3M (MMM), Johnson & Johnson (JNJ) e Netflix (NFLX) divulgam resultados; saiba como o mercado reagiu nos EUA

Mercados americanos fecharam em tons mistos na terça-feira

Os mercados americanos fecharam em tons mistos na terça-feira (23), com o Dow Jones recuando das máximas recordes, enquanto os investidores analisavam os últimos resultados divulgados de Netflix (NFLX), 3M (MMM) e Johnson & Johnson (JNJ), entre outras empresas. 

O Dow Jones caiu 0,25%, para 37.905,45, abaixo do nível de 38.000 que foi ultrapassado pela primeira vez na segunda-feira, enquanto o S&P 500 subiu 0,29%, para 4.864,60. Por fim, o Nasdaq avançou 0,43%, para 15.425,94. 

Os investidores seguem ponderando por quanto tempo as altas poderão persistir, especialmente porque a recuperação deste ano se centrou em ações de tecnologia. Só neste mês, por exemplo, a Nvidia subiu 20%. Em contraste, o Russell 2000, que mede o desempenho de mais de 2 mil small caps, caiu mais de 2%. 

Os investidores também estão aguardando a divulgação de dois dados econômicos importantes no final da semana. Os números preliminares do produto interno bruto (PIB) do quarto trimestre serão divulgados na quinta-feira, seguidos pelo índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE) do Departamento de Comércio, observado de perto, para dezembro, na sexta-feira. 

3M (MMM) 

A 3M (MMM) reportou seus resultados nesta terça-feira (23), antes da abertura do mercado e os números vieram acima do esperado pelo mercado. No entanto, a ação reage negativamente ao guidance (projeções) fornecidos pela empresa para o primeiro trimestre e ano. 

  • Receitas: US$ 7,69 bilhões vs. US$ 7,69 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 2,42 ajustado vs. US$ 2,31 estimado. 

Johnson & Johnson (JNJ) 

A Johnson & Johnson (JNJ) reportou seus resultados nesta terça-feira (23), antes da abertura do mercado. Os números superaram as expectativas de Wall Street. Além disso, a empresa reiterou as suas expectativas para 2024. 

  • Receitas: US$ 21,4 bilhões vs. US$ 21 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 2,29 ajustado vs. US$ 2,28 estimado. 

General Electric (GE) 

A General Electric (GE) reportou seus resultados na terça-feira (23), antes da abertura do mercado. Os números superaram as estimativas de Wall Street, mas o guidance ficou aquém das expectativas e, consequentemente, as ações reagem de forma negativa. 

  • Receitas: US$ 18,5 bilhões vs. US$ 17,25 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 1,03 ajustado vs. US$ 0,89 estimado. 

Verizon (VZ) 

A Verizon reportou na terça-feira (23), antes da abertura do mercado, seus resultados do 4T23. os números atenderam às estimativas de Wall Street, com suas ações reagindo positivamente. 

  • Receitas: US$ 35,1 bilhões vs. US$ 34,56 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 1,08 ajustado vs. US$ 1,08 estimado. 

Procter & Gamble (PG) 

A Procter & Gamble reportou na terça-feira (23), antes da abertura do mercado, seus resultados do 2T24, relativos ao 4T23 – com números mistos em relação as estimativas de Wall Street. Suas ações reagem positivamente. 

  • Receitas: US$ 21,4 bilhões vs. US$ 21,47 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 1,84 ajustado vs. US$ 1,7 estimado. 

Netflix (NFLX) 

A Netflix (NFLX) reportou seus resultados nesta terça-feira (23), depois do fechamento do mercado com números que surpreenderam positivamente o mercado, em especial o incremento de mais de 13,1 milhões de novos assinantes no 4T23. Suas ações repercutem positivamente ao resultado. 

  • Receitas: US$ 8,83 bilhões vs. US$ 8,72 bilhões esperado pelos analistas. 
  • Lucro por Ação: US$ 2,11 ajustado vs. US$ 2,21 estimado. 
  • Número de assinantes: 260,8 milhões versus 256 esperados.