Lululemon (LULU) entra no S&P 500 e ações da empresa de roupas esportivas sobem mais de 10% 

Empresa substituirá a Activision Blizzard no índice após a conclusão de sua aquisição pela Microsoft 

O mercado norte-americano fechou em alta na segunda-feira (16), com os investidores aguardando os novos resultados corporativos que estão sendo divulgados. O destaque do dia ficou para a Lululemon (LULU), entrará no S&P 500 e, por isso, as ações da empresa de roupas esportivas subiram mais de 10%. 

O Dow Jones foi negociado em alta de 0,93%, para fechar em 33.984,54, marcando seu melhor dia desde setembro. O S&P 500 subiu 1,06%, para encerrar o dia em 4.373,63, enquanto o Nasdaq subiu 1,2%, para 13.567,98. A temporada de resultados esquenta nesta semana, com 11% do S&P 500 programado para divulgar resultados. 

A Treasury de 10 anos subiu para 4,77% na segunda-feira, enquanto os preços do petróleo caíram ao mesmo tempo em que os investidores analisavam as últimas atualizações da guerra. 

Confira abaixa os destaques da corretora Avenue:   

Lululemon (LULU) 

As ações da empresa de roupas esportivas subiram 10,31% depois que o S&P Dow Jones Indices anunciou que as ações da empresa serão adicionadas ao S&P 500 na quarta-feira. Lululemon substituirá a Activision Blizzard após a conclusão de sua aquisição pela Microsoft. A companhia vale cerca de US$ 52 bilhões. 

News Corp (NWSA) 

As ações subiram 4,69%, depois que a Reuters e o Wall Street Journal relataram no fim de semana que o acionista ativista Starboard Value construiu uma participação na News Corp. A Starboard planeja recomendar que a empresa separe sua divisão imobiliária digital, disse o Wall Street Journal. A companhia vale cerca de US$ 12 bilhões. 

Manchester United (MANU) 

As ações do clube de futebol inglês caíram 10,41% com a notícia de que o bilionário britânico Jim Ratcliffe fez uma oferta de mais de US$ 1,5 bilhão, o que equivale a uma participação de 25% na empresa. Isso aconteceu depois que o empresário Sheikh Jassim bin Hamad al Thani retirou sua oferta para comprar o clube de seus atuais proprietários, a família Glazer. 

Albemarle (ALB) 

As ações da produtora de lítio subiram 2,66% depois que ela retirou sua oferta de aquisição da Liontown Resources. Albemarle disse que as crescentes complexidades associadas à transação foi um fator na sua decisão. A companhia vale cerca de US$ 19 bilhões. 

Vista Outdoor (VSTO) 

As ações caíram 23,72% depois que a empresa de esportes divulgou os resultados fiscais preliminares do segundo trimestre que mostraram vendas que deveriam cair ano após ano devido a um ambiente econômico desafiador. A Vista Outdoor também reduziu sua orientação de ganhos e receitas para o ano inteiro. A companhia vale cerca de US$ 1 bilhõa. 

Henry Schein (HSIC) 

As ações caíram quase 2,11% depois que a empresa, que fornece soluções para profissionais de saúde, anunciou no fim de semana que sofreu um incidente de segurança cibernética que afetou parte de seus negócios de fabricação e distribuição. A companhia vale cerca de US$ 9 bilhões. 

Com informações da Avenue