Bitcoin chega a atingir maior nível desde dezembro de 2021 no 1ª dia de ETFs cripto

O primeiro lote de ETFs cripto ultrapassou US$ 2 bilhões em volume em seu primeiro dia de negociação, segundo dados da Bloomberg

O bitcoin operava em alta de 2% no fim da tarde desta quinta-feira (11) depois de ter disparado e atingido o patamar de US$ 49 mil mais cedo, maior nível desde dezembro de 2021, na esteira da aprovação pela Securities and Exchange Commission (SEC, a CMV norte-americana) dos fundos negociados em bolsa (ETFs) em bitcoin à vista nos EUA.

O primeiro lote de ETFs cripto ultrapassou US$ 2 bilhões em volume de negociações, segundo dados da Bloomberg. Para o analista Joshua Mahony, da Scope Markets, o preço do bitcoin deverá subir ainda mais, tendo em vista a oferta limitada da moeda e a grande quantidade de investidores.

“Os entusiastas do bitcoin ficarão, sem dúvida, animados com o impacto potencial que esta série de novos ETFs poderá ter no preço, dada a incapacidade de ajustar a oferta para atender a essa nova demanda”, comentou ele.

O Deutsche Bank alerta, entretanto, que é esperado volatilidade neste início de negociações dos fundos. “O impacto a longo prazo do aumento da adoção no ecossistema criptográfico e no sistema financeiro ainda está para ser visto”, escreveram analistas do banco.

Perto das 17h30 (de Brasília), o bitcoin avançava 3,14%, a US$ 46.972,01 (R$ 229.167,04), segundo a Binance. Já a ethereum, por sua vez, subia 7,62%, a US$ 2.628,18 (R$ 12.822,36).

Com informações de Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo