WEG (WEGE3): ‘O bom momento continua’, projeta Credit Suisse

O banco elevou o preço-alvo para as ações da companhia, de R$ 41 para R$ 46, e reiterou recomendação de compra

O Credit Suisse elevou seu preço-alvo para as ações da WEG (WEGE3) de R$ 41 para R$ 46, e reiterou sua recomendação de compra, ao incorporar margens recentes mais fortes às projeções de longo prazo e calibrar expectativas para os resultados do quarto trimestre.

Os analistas Regis Cardoso, Marcelo Gumiero e Henrique Simões escrevem que aumentaram suas estimativas de lucro líquido para a WEG em 2%, para R$ 4,9 bilhões em 2023, devido à sua base mais forte em 2022. “O bom momento continua para a WEG”, dizem.

Eles afirmam esperar outro forte conjunto de resultados no quarto trimestre de 2022, vindo de resultados surpreendentes acima do previsto no terceiro trimestre. Os analistas preveem Ebitda de 1,5 bilhão, alta de 37% em base anual, e lucro líquido de R$ 1 bilhão, alta de 18%.

Segundo os analistas, a WEG está bem posicionada para se beneficiar do crescente mercado de veículos elétricos, sendo a única fabricante de equipamento original que fabrica carregadores de veículos elétricos no Brasil e possui uma equipe de engenharia dedicada no mercado interno. “Isso pode se traduzir em vantagem competitiva no relacionamento com os clientes e capilaridade para distribuir produtos por meio de uma rede estabelecida.”

Os riscos para a tese de investimento incluem uma possível recessão econômica, maiores custos de energia e interrupções na cadeia de abastecimento, e volatilidade nos preços das commodities e câmbio, de acordo com os analistas.