Ser Educacional (SEER3) cai 20% após divulgação de balanço do 1º tri

As margens e os resultados financeiros da Ser Educacional trazem preocupações para a lucratividade da empresa no longo prazo, afirma a XP

As ações da Ser Educacional caíram 20,5%, a R$ 3,03, nesta terça-feira, após a companhia ter divulgado o seu balanço do primeiro trimestre.

Ao longo do dia, os papéis variaram entre R$ 3,03 e R$ 3,80 e movimentaram R$ 13,5 milhões, cinco vezes os R$ 2,7 milhões negociados ontem.

As margens e os resultados financeiros da Ser Educacional trazem preocupações para a lucratividade da empresa no longo prazo, afirma a XP. Além disso, as despesas financeiras continuam exercendo uma pressão relevante sobre os resultados da companhia, diz o banco.

No primeiro trimestre, a companhia teve uma despesa financeira líquida de R$ 63 milhões, um crescimento anual de 53,7%, o que motivou parte do prejuízo de R$ 28,3 milhões apresentado pela empresa, alta de 54,6%, segundo explica a XP em relatório divulgado.

Já o Citi considera que o balanço da companhia veio em linha com o esperado, com os juros elevados pressionando a última linha do balanço. Porém, do ponto de vista operacional o banco observa que o volume de novas matrículas da Ser Educacional acompanhou os resultados de outras companhias do setor.

“Continuamos a ver como positivas as tendências de receitas, combinado com as iniciativas de redução de custos, deve ajudar a alavancar a empresa operacionalmente”, afirmou o Citi em relatório.

O Citi tem uma indicação neutra para as ações da Ser Educacional, com preço-alvo em R$ 3,70. Já a XP recomenda compra, com preço-alvo em R$ 18,20.