Revés judicial para a SEC reduz o desconto nas ações do Grayscale Bitcoin Trust

A conversão do GBTC em um produto negociado em bolsa permitiria que investidores institucionais arbitrassem o desconto resgatando as ações pelo bitcoin subjacente, levando os dois preços a convergirem

Os investidores ganharam muito dinheiro apostando que a Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC, na sigla em inglês) poderia finalmente aprovar um produto negociado em bolsa que monitorasse diretamente o valor do bitcoin. No entanto, agora que tal aprovação parece ainda mais próxima, ganhar muito mais dinheiro pode ser mais complicado.

Entre as melhores negociações de criptomoedas deste ano, um destaque é a redução da diferença entre o preço do bitcoin e o valor do veículo negociável de US$ 16 bilhões que detém a moeda digital, o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC). No início deste ano, as ações do GBTC eram negociadas com um desconto de 45% a mais em relação ao valor dos bitcoins que respaldavam as ações.

Agora, após a decisão de agosto do Tribunal de Apelações dos EUA de que a SEC deve reconsiderar a rejeição de um pedido de conversão do GBTC em um fundo negociado em bolsa, o desconto diminuiu para cerca de 17%. A combinação da recuperação do bitcoin este ano e a redução do desconto fez com que o valor das ações do GBTC mais que dobrasse em 2023.

A conversão do GBTC em um produto negociado em bolsa permitiria que os formadores de mercado arbitrassem o desconto resgatando as ações pelo bitcoin subjacente, levando os dois preços a convergirem. Mas ainda existem potencialmente vários passos no caminho para a conversão, mesmo que seja esse o rumo que as coisas estão tomando.

A SEC está agora em uma janela de 45 dias durante a qual terá que decidir como responder à decisão. Mesmo que a agência não recorra, a ordem final do tribunal dará parâmetros adicionais sobre o que as próximas ações poderão implicar. A SEC disse no início de setembro que agora terá até meados de outubro para decidir sobre uma lista separada de aplicações de ETFs de bitcoin à vista.

Com informações do Estadão Conteúdo