Remessa Conforme: compras de até US$ 50 na Shein são isentas de imposto de importação

Plataforma chinesa de comércio eletrônico foi certificada pelo governo dentro do programa Remessa Conforme

A Shein recebeu certificação do governo federal para o programa Remessa Conforme. Na prática, isso significa que compras de até US$ 50 feitas por plataforma de comércio eletrônico chinesa serão isentas do imposto de importação.

A publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (14) cita a certificação. Ela foi concedida para a In Glow Brasil Intermediação de Negócios Ltda, nome oficial da companhia no país.

A certificação para o Remessa Conforme chega após outra gigante chinesa do e-commerce com atuação no Brasil, a AliExpress, ter recebido a qualificação.

O anúncio acontece no momento em que a concorrência no comércio eletrônico no país tem cada vez mais se concentrado entre o Mercado Livre (MELI34) e plataformas chinesas. Isto inclui a própria Shein, e AliExpress e a Shopee.

A Shein anunciou em abril que pretende investir R$ 750 milhões no Brasil nos próximos anos para estabelecer uma rede com milhares de fabricantes do setor têxtil no país.

A chinesa afirmou então que pretende fazer parceria com 2 mil fabricantes no país, o que deve gerar 100 mil empregos nos próximos três anos.