Petrobras (PETR3; PETR4): saiba o que Prates pediu aos funcionários na 1ª fala como presidente

Escolha do governo Lula, o nome do ex-senador foi aprovado pelo conselho de administração para assumir o comando da estatal

Em primeira fala institucional como presidente da Petrobras (PETR3, PETR4), o ex-senador Jean Paul Prates enfatizou importância de inserir a empresa cada vez mais no cenário atual de transição energética global.

“Trabalharemos para que a Petrobras siga sua jornada em petróleo e gás, mas também trilhe novos caminhos perseguindo a descarbonização, acelerando diversificação rentável e transição energética justa”, afirmou ele. “Queremos que a companhia continue se superando na produção de petróleo e gás, buscando novas fronteiras, sempre de forma responsável e cada vez mais sustentável”, completou ele, ao falar sobre o tema.

As falas constam de vídeo institucional da Petrobras enviado a funcionários da empresa na quinta-feira. Também ontem, Prates foi confirmado, em reunião do conselho de administração da companhia, como conselheiro e como presidente da Petrobras.

No vídeo, Prates iniciou sua fala ao destacar o orgulho que sentia em se dirigir aos trabalhadores da empresa como presidente da companhia. “É claro que, como todo brasileiro, e conhecendo de perto a trajetória dessa empresa que carrega as cores de nosso país, sempre tive orgulho como cidadão e como trabalhador da nossa indústria que faz parte da história do nosso país e do nosso dia a dia”, disse. “Mas falar a vocês agora, como parte dessa empresa, como líder, me emociona e me desafia. Farei o meu melhor para estar à altura dessa missão honrosa”, afirmou.

Na sequência, o novo presidente da Petrobras faz histórico da companhia, destacando a importância da operação da Petrobras, no setor de energia bem como na economia do país. Em seguida, o executivo detalhou sua visão sobre como percebe o papel da empresa, no momento, no contexto atual global do setor energético.

“Estamos em um momento de grandes transformações no Brasil, e não só no país. A transformação é a tônica do mundo, seja ela energética, digital, social, ambiental, dentre tantas outras mudanças”, notou ele, no vídeo. “E aqui na Petrobras também vislumbramos uma fase de mudanças e de novas perspectivas. Mitigar a mudança do clima é uma demanda global necessária e urgente. O porte e a trajetória da Petrobras fazem com que ela ocupe um papel de grande impulsionadora da transição energética no Brasil. É nesse lugar que vejo a Petrobras”, assinalou ele.

Ao falar dos planos da Petrobras, Prates comentou ainda ideia de que a empresa “invista mais e melhor no seu parque de refino, usando sua capacidade produtiva e tecnológica, para trazer produtos de qualidade e acessíveis à população”.

Após falar sobre refinarias, o executivo voltou a ressaltar importância de inserir empresa no cenário de transição energética do setor. “É fundamental que a Petrobras abra novos horizontes e aplique seu conhecimento, sua experiência, sua excelência técnica em novas energias, sejam ‘bioprodutos’ ou em outras fronteiras de energia renovável”, disse Prates.

E, no entendimento do novo presidente da empresa, a Petrobras teria os meios de prover essas ações. “A combinação de ativos estratégicos, um corpo técnico altamente qualificado e comprometido, e o maior centro de pesquisas da América Latina me motivam a confiança na aceleração de soluções para um futuro sustentável da Petrobras nas próximas décadas”, afirmou ele, no vídeo.

Prates citou ainda, em sua fala alguns destaques em operações da empresa no país, e lembrou ainda da Margem Equatorial, “essa nova e promissora fronteira exploratória e onde também há um forte potencial para energias renováveis”. Essa localidade abrange as bacias marítimas de exploração e produção de petróleo e gás próximas à Linha do Equador, no Norte e Nordeste.

O executivo terminou sua fala, no vídeo, explanando confiança de que a Petrobras estaria à altura de seus desafios. “É hora de buscar oportunidades e desenvolvê-las. Porque sabemos quando a Petrobras cresce, todo mundo cresce junto”, disse. “Queremos uma Petrobras que olhe para frente, consciente de seu papel na construção de um futuro mais sustentável para novas gerações”, afirmou.

“Não existe geração de valor sem cuidar das pessoas e sem pensar no nosso impacto no mundo. Essa é a verdadeira sustentabilidade. Sabemos que desafios e obstáculos surgirão. mas se há uma certeza é de que esse time [da Petrobras] tem competência técnica e profissionalismo de sobra para fazer isso acontecer”, afirmou ele. “Conto com vocês e vocês podem contar comigo”, finalizou o presidente da empresa, ao se dirigir aos funcionários.