Morning call: qual será o comportamento da bolsa hoje após andar de lado na última sessão?

Ibovespa fechou em leve baixa ontem de 0,05%, assim como o dólar também teve pequena queda

O morning call tem uma pergunta principal: qual será o comportamento da bolsa de valores hoje após andar de lado na última sessão?

Vale lembrar que o Ibovespa fechou em leve baixa de 0,05%, a 114.004,30 pontos. A moeda norte-americana teve queda também marginal em relação ao real – o dólar fechou em baixa de 0,03% (R$ 5,0528).

Hoje não há a divulgação de indicadores relevantes. Mas o mercado pode ficar de olho, mais uma vez, no comportamento do petróleo e os desdobramentos da guerra entre Israel e Hamas.

Os preços do petróleo fecharam em alta a última sessão. O WTI para dezembro fechou em alta de 1,26% (US$ 1,10), a US$ 88,37 o barril na New York Mercantile Exchange (Nymex). Enquanto isso, o Brent para o mesmo mês avançou 0,96% (US$ 0,88), a US$ 92,38 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Como sempre acontece, o comportamento das bolsas da Ásia influencia o mercado por aqui. Vamos ao fechamento por lá.

Bolsas asiáticas

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta sexta-feira. Isso devido a preocupações sobre a trajetória dos juros nos EUA, após comentários do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), e desdobramentos do conflito no Oriente Médio.

Liderando perdas na Ásia, o índice sul-coreano Kospi recuou 1,69% em Seul, a 2.375,00 pontos. Enquanto isso, o japonês Nikkei caiu 0,54% em Tóquio, a 31.259,36 pontos. Já o Hang Seng teve queda de 0,72% em Hong Kong, a 17.172,13 pontos. E o Taiex registrou baixa marginal de 0,07% em Taiwan, a 16.440,72 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto caiu 0,74%, a 2.983,06, ficando abaixo da marca psicológica de 3.000 pontos pela primeira vez este ano. Além disso, o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,96%, a 1.810,47 pontos.

Impactos da fala do presidente do Fed

Ontem, o presidente do Fed, Jerome Powell, avaliou que a inflação nos EUA segue muito alta. E, assim, provavelmente exigirá crescimento econômico menor, deixando aberta a possibilidade de que os juros americanos voltem a ser elevados mais adiante, após a manutenção das taxas no mês passado.

Embora a avaliação seja de que Powell adotou uma postura “neutra”, sem se comprometer com os próximos passos do Fed, as bolsas de Nova York tiveram perdas de cerca de 0,8% a 1% no pregão de quinta-feira.

Já o banco central chinês (PBoC) decidiu hoje deixar suas principais taxas de juros inalteradas. Isso após a recente divulgação de dados de crescimento e de indústria e varejo da China que superaram as expectativas.

Enquanto isso, o temor de uma possível escalada no conflito entre Israel e Gaza segue comprometendo o apetite por risco na Ásia e em outras partes do mundo.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho hoje, com queda de 1,16% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 6.900,70 pontos.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo