IF Hoje: Payroll pode confirmar freada nos juros dos EUA; Lula em Londres e mais

Em Londres, Lula será recebido nesta tarde pelo primeiro-ministro Rishi Sunak em Downing Street 10, residência oficial do mandatário

O payroll dos Estados Unidos é o principal destaque dos mercados hoje. O momento é de preocupação com a economia americana e com a possibilidade de recessão no país, e nesse contexto o indicador deve sinalizar a força do mercado de trabalho nos EUA. O resultado do payroll pode influenciar na próxima decisão de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

Um resultado abaixo do consenso pode significar uma freada no aperto monetário e fazer com que os analistas já comecem a especular pelo início do ciclo de cortes da taxa de referência, atualmente entre 5% e 5,25% ao ano.

O último payroll mostrou a abertura de 236 mil vagas (estimativa de abertura era de 180 mil), com taxa de desemprego a 3,5% (expectativa era de 3,6%). A taxa de participação foi de 62,6%, com estimativa de manutenção em 62,6% e os ganhos salariais médios subiram 0,3% (margem) e 4,2% (ano), com estimativas, respectivamente, de 0,3% e 4,2%.

Lula

Na política, Lula viaja esta noite para Londres, chegando lá pela manhã, após uma escala em Lisboa.

Na capital britânica, o presidente será recebido pelo Primeiro-Ministro Rishi Sunak em Downing Street 10, residência oficial do mandatário.

Em seguida, participará da recepção às comitivas estrangeiras que estarão em Londres para a cerimônia de coroação do Rei Charles III, no Palácio de Buckingham.

Corporativo

Hoje certamente o mercado repercutirá os balanços da noite de ontem, especialmente de Bradesco, no Brasil e da Apple, nos Estados Unidos.

O banco brasileiro reportou lucro líquido recorrente de US$ 4,28 bilhões, acima da expectativa do mercado, enquanto a Apple também teve um resultado bastante positivo, impulsionado pela venda de Iphones no trimestre.

No mais, das 500 empresas do S&P 500, 364 reportaram seus balanços, sendo que o resultado de 79% veio acima do esperado, na Nasdaq, o número é de 59%, Eurostoxx 63% e no Ibovespa, 48% das companhias relataram números acima do esperado.

Agenda

Feriado

Japão celebra o Dia das Crianças

Agenda

Zona do Euro divulga suas Vendas no Varejo de março

Estados Unidos seu Payroll, o pai dos indicadores, de abril, que traz o número de vagas  abertas além da taxa de desemprego, fundamentais para avaliar a política monetária do Fed.

Mercado ontem

Ibovespa voltou a subir nesta quinta-feira (4), impulsionado pela performance positiva de ações sensíveis às taxas de juros e da Petrobras, após a empresa apresentar relatório trimestral de produção. Mineradoras e siderúrgicas, por outro lado, pressionaram o referencial.

A bolsa brasileira subiu 0,37%, para 102.174 pontos e o dólar teve leve alta de 0,01% ante o real, negociado a R$ 4,922.