JPMorgan compara a rentabilidade de Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4), Santander (SANB11) e Nubank (ROXO34); qual é melhor?

Pelas contas do banco de investimentos, considerando apenas o setor de varejo em que o banco digital opera, o Nubank tem ROE de 17%, ficando atrás apenas da rentabilidade do Itaú Unibanco

O JPMorgan fez um exercício comparativo, considerando a rentabilidade sobre o patrimônio (ROE), dos grandes bancos com o Nubank.

Pelas contas do banco de investimentos, considerando apenas o setor de varejo em que o banco digital opera, o Nubank tem ROE de 17%, ficando atrás apenas da rentabilidade do Itaú Unibanco (ITUB4), que é de 17,5%.

Porém, acima de Bradesco (BBDC4) e Santander Brasil (SANB11), cujo ROE é de 11,5% e 11%, respectivamente.

Com isso, o JPMorgan elevou sua recomendação para a ação do Nubank (ROXO34) de neutra para ‘acima da média do setor’. O banco de investimentos alegou estar mais confiante no sucesso da estratégia do banco digital.

Considerando a base de clientes do Nubank, de 80 milhões de pessoas, e dados do próprio banco, de que mais de metade deles o usam como sua principal instituição financeira, o JP estimou que a fintech é a preferida de 25% da população adulta no país.

Controle da inadimplência e ruídos regulatórios

Além disso, pontua o relatório do JPMorgan, o Nubank tem tido melhor desempenho do que o Bradesco em termos de controle da inadimplência e não muito diferente do que os demais grandes bancos no país.

Para o JP, a ação do Nubank foi pressionada nas últimas semanas por ruídos regulatórios envolvendo possíveis mudanças no rotativo e nas compras parceladas do cartão de crédito.

Yuri Fernandes, Guilherme Grespan e Marlon Medina, que assinam o relatório, consideraram que esses e outros fatores de fato podem pressionar os resultados do banco.

Porém, eles avaliam que o Nubank deve conseguir aliviar o efeito negativo à medida que diversifica seus negócios.

No acumulado de 2023 até a última sexta-feira, o BDR do Nubank teve alta de 65%. Já as ações dos bancos tiveram o seguinte desempenho no ano:

Itaú Unibanco (ITUB4): +12%
Bradesco (BBDC4): -0,47%
Santander Brasil (SANB11): -3%

Na sessão desta segunda-feira, a ação da fintech subia cerca de 7% em Nova York. No Brasil, os papéis dos grandes bancos registravam:

Itaú Unibanco (ITUB4): +2,50%
Bradesco (BBDC4): +2,09%
Santander Brasil (SANB11): +1,62%