IRB (IRBR3) paga US$ 5 milhões para encerrar acusação nos EUA de comunicação falsa sobre empresa de Warren Buffett

Caso envolve informação inverídica de que a Berkshire Hathaway integraria a base acionária da companhia

O IRB Brasil Resseguros (IRBR3) firmou acordo para pôr fim às acusações apresentadas pela Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valore mobiliários dos Estados Unidos). Conforme o fato relevante do IRB, essas acusações “tinham por objetivo principal a informação inverídica de que a Berkshire Hathaway integraria a base acionária da companhia, divulgada em território americano, entre fevereiro e março de 2020”. A Berkshire Hathaway é a empresa do megainvestidor americano Warren Buffett.

“Em 10 de maio de 2023, a SEC anunciou que protocolou e solicitou aprovação do acordo pela U.S. District Court for the Southern District of New York”, diz o IRB, no fato relevante.

A companhia acrescenta que disponibilizou, no acordo de não acusação (NPA, na sigla em inglês) assinado com o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ), em 20 de abril deste ano, o montante de US$ 5 milhões, a título de compensação.

“Devido em parte à ampla cooperação e remediação da companhia neste caso, a SEC não impôs qualquer penalidade como parte de seu acordo com a companhia”, diz o IRB.

A empresa de resseguros diz que continuará cooperando com a SEC e o DOJ, “visando aprimorar suas práticas de controles internos, governança e conformidade, submetendo-se ao acompanhamento e reporte periódico ao DOJ por um período de até três anos”.