Ibovespa tenta entrar em campo, mas é barrado, informa análise grafista do Itaú BBA

Assim equipe de análise gráfica do Itaú BBA define o que ocorreu na bolsa de valores na quinta-feira

“O Ibovespa até tentou entrar em campo, mas foi barrado nos vestiários e teve de assistir de camarote o S&P500 subir forte no último pregão e marcar nova máxima histórica”.

Assim Fábio Perina e equipe de análise gráfica do Itaú BBA define o que ocorreu na bolsa de valores na última quinta-feira (22) em relatório divulgado na manhã desta sexta-feira (23).

“O índice até chegou a subir e testou a resistência ao longo do dia, mas foi só isso”, descreve o documento.

Isso apesar da bolsa de valores engatar ontem a sua sexta alta seguida. A valorização foi de 0,16%, a 130.240,55 pontos.

Para Perina e equipe, será importante a bolsa de valores superar essa resistência, pois isso aumenta a chance de mais altas em direção “às regiões de 132.000 pontos e à máxima de dezembro, em 134.400 pontos”.

Ibovespa: região dos 126,4 mil pontos é sinal de alerta

Dessa forma, a região de 126,4 mil pontos é o sinal de alerta para o investidor. “Se perder esse suporte, o índice sairá da tendência de alta e encontrará próxima importante região em 124.800 pontos”.

Assim, o relatório deixa claro que o índice principal da bolsa de valores precisa superar a resistência dos 130,6 mil pontos.

Mas encontra dificuldade apesar do bom momento dos índices norte-americanos: S&P, Dow Jones e Nasdaq.

Mas o relatório ainda reforça que enquanto, sob uma visão de médio prazo, o índice permanecer acima de sua média móvel de 200 pontos o alvo a ser perseguido em 2024 continua sendo a região dos 150 mil pontos.