Valor emprestado pelo Fed para aumentar liquidez dos bancos americanos sobe novamente

Segundo relatório divulgado na quinta-feira (22), a soma total dos valores subiu cerca de US$ 300 milhões na última semana, a US$ 105,9 bilhões

Os empréstimos do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) para aumento de liquidez de bancos americanos subiu novamente na semana encerrada em 21 de junho, mas com redução no ritmo de mobilização do crédito.

Segundo relatório divulgado na quinta-feira (22), a soma total dos valores subiu cerca de US$ 300 milhões na última semana, a US$ 105,9 bilhões. Ainda assim, o valor corresponde a uma desaceleração em comparação ao crescimento de semanas anteriores.

O crédito mobilizado pela janela de redesconto caiu de US$ 3,62 bilhões a US$ 3,21 bilhões, enquanto a linha do Programa de Financiamento a Prazo dos Bancos (BTFP, na sigla em inglês) expandiu de US$ 102,00 bilhões a US$ 102,73 bilhões, comparando com o período anterior.

A categoria “outras extensões de crédito”, cujos recursos são garantidos pela Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), caiu de US$ 180,5 bilhões a US$ 172,34 bilhões.