NY: Bolsas viram e fecham no positivo com declarações de Powell sobre futuro dos juros

Após a decisão, o CME Group calculava 86,3% de chance para outra alta de 0,25 p.p. em março, mês da próxima decisão do Fed

Os índices acionários das bolsas de Nova York ganharam força minutos após o Federal Reserve (Fed) divulgar sua decisão de subir os juros básicos nos EUA. Agora, as bolsas não apresentam direção única, com o Nasdaq em alta.

O Dow Jones fechou em alta de,02%, o S&P 500 subiu 1,05% e o Nasdaq avançou 2,00%.

Mais cedo, os rendimentos dos Treasuries ganharam força, mas apenas levemente, e operavam próximos dos níveis anteriores à decisão. No mesmo horário, o yield da T-note de 2 anos subia a 4,232%, de 4,211% no fechamento de ontem, e o da T-note de 10 anos caía de 3,512% a 3,485%.

Por fim, o índice DXY do dólar tinha baixa de 0,24%, a 101,860 pontos. Antes da decisão, o recuo era de cerca de 0,3%.

Além de elevar o juro em 0,25 p.p., o Fed retirou de seu comunicado considerações acerca do impacto da guerra na Ucrânia sobre a inflação e da pandemia de covid-19 sobre as cadeias de suprimento, mas ressaltou que os preços nos EUA seguem elevados.

Após a decisão, o CME Group calculava 86,3% de chance para outra alta de 0,25 p.p. em março, mês da próxima decisão do Fed. Para o fim de 2023, as expectativas com maior probabilidade se dividiam entre juro nas faixas de 4,5% a 4,75% (34,3%), de 4,25% a 4,5% (29,2%) e 4,75% a 5% (18,3%).