Fed alerta bancos regionais sobre risco crescente de exposição ao setor de imóveis comerciais

O valor da dívida lastreada em imóveis comerciais sofreu um impacto nos últimos meses devido ao aumento das taxas de juros e das taxas de vacância

Os investigadores e analistas do Federal Reserve (Fed, banco central americano) intensificaram a supervisão de bancos com exposição significativa a imóveis comerciais, de acordo com Michael Barr, vice-presidente de supervisão do Fed.

“Acho importante que os riscos imobiliários comerciais sejam bem compreendidos e mitigados por bancos comunitários e bancos regionais menores”, disse Barr, em audiência perante o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Estados Unidos nesta quarta-feira. Ele observou que os ativos dessas instituições tendem a ser “mais concentrados” em empréstimos imobiliários comerciais.

“Estamos analisando cuidadosamente os riscos imobiliários comerciais”, disse.

Aumento das taxas de vacância

O valor da dívida lastreada em imóveis comerciais sofreu um impacto nos últimos meses devido ao aumento das taxas de juros e das taxas de vacância, já que a tendência do home office levou algumas empresas a reduzir o espaço de seus escritórios.

Os distritos do centro das principais cidades também estão tendo menos tráfego de pedestres por causa da tendência de trabalhar em casa, o que levou os varejistas a reconsiderar quantos imóveis precisam alugar, disse Barr.

Essa combinação de fatores significa que os executivos bancários e supervisores do Fed precisam “entender seus riscos e mitigá-los adequadamente”, disse Barr.