Mercado hoje: Ibovespa fecha em alta e dólar cai com ata do Copom e arcabouço fiscal em foco

Banco Central ainda não dá sinais de que pretende abaixar os juros e mercado passa a focar na proposta de arcabouço fiscal

O Ibovespa fechou o pregão desta terça-feira (28) em alta, com investidores analisando a ata da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na qual o comitê reiterou a defesa do combate à inflação utilizando os juros.

Agora todo foco está na proposta de arcabouço fiscal que o governo federal está preparando.

O índice acionário subiu 1,52%, para 101.185 pontos. Já o dólar terminou a sessão de hoje em queda de 0,8% ante o real, negociado a R$ 5,1657.

Mais cedo, o Banco Central divulgou a ata da última reunião do Copom, que manteve a Selic em 13,75% ao ano. No comunicado, o colegiado não deu sinais de que está preparado para iniciar a queda dos juros. Por outro lado, em aceno ao governo, o Comitê afirma que “a materialização de um cenário com um arcabouço fiscal sólido e crível pode levar a um processo desinflacionário mais benigno”.

Agora, as expectativas se voltam novamente para o novo arcabouço fiscal que o governo prepara. O adiamento da viagem do presidente Lula (PT) para a China também contribui com a ansiedade. O jornal O Globo publicou reportagem mostrando que parte do mercado teme que a proposta seja desidratada e que a demora do anúncio signifique mudança em pontos sensíveis.

A Hapvida (HAPV3) foi o grande destaque do dia. A empresa voltou ao foco depois de informar que está analisando a realização de um follow-on (oferta pública subsequente de ações ordinárias) e que a família Pinheiro, controladora da companhia, pretende participar da operação, colocando R$ 360 milhões. As ações da companhia dispararam 18,47%.

Entre as commodities, o contrato para maio do minério de ferro terminou em alta de 1,7%, aos 881,50 yuans (cerca de US$ 128) a tonelada. As ações da Vale (VALE3) subiram 1,06% e ajudaram na alta do Ibovespa. CSN (CSNA3) avançou 4,12%, Usiminas (USIM5) subiu 3,17% e Gerdau (GGBR4) teve leve avanço de 0,36%.

O petróleo Brent – referência de preços para a Petrobras – fechou em alta de 0,49% em Londres, a US$ 78,14 o barril. PETR3 subiu 1,73%, enquanto PETR4 avançou 1,77%.

Ouro com contrato para junho fechou em alta de 0,95%, a US$ 1.990,40 por onça-troy.

Leia a seguir

Leia a seguir