Caixa Econômica suspende cobrança de tarifas sobre Pix para empresas

Banco foi alvo de boatos de que cobraria Pix também de pessoas físicas

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (20) a suspensão da cobrança de tarifa de empresas por pagamentos feitos via Pix.

A cobrança, que entraria em vigor em 19 de julho, foi adiada sem a definição de uma nota data. “A medida visa ampliar o prazo para que os clientes possam se adequar e receber amplo esclarecimento do banco sobre o assunto”, afirmou o banco estatal em nota.

A decisão acontece após, também, a circulação de boatos de que a Caixa passaria a cobrar tarifa sobre o Pix de todos os clientes, inclusive pessoas físicas, que são isentas.

Segundo a Caixa, a cobrança da tarifa sobre pessoas jurídicas estava definida desde o ano passado e não foi executada devido à necessidade de adequação dos sistemas internos. “A Caixa reforça que não realiza cobrança de tarifa Pix de seus clientes pessoa física, de microempreendedores individuais e de beneficiários de programas sociais”, concluiu o banco.