Ibovespa fecha em queda e acumula perda de 2% na semana; dólar também cai

Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira (8), enquanto o dólar caiu depois de encostar nos R$ 5

A bolsa de valores hoje fechou em queda após a volta do feriado, enquanto o dólar ameaçou alta, mas também caiu. Na quinta-feira não houve pregão por conta do feriado da Independência. Diante disso, o Ibovespa registrou queda de 0,58%, a 115.313,40 pontos.

Na quarta-feira, o resultado foi negativo. O Ibovespa fechou em queda de 1,15% no pregão anterior, aos 115.985,34 pontos. Foi o resultado mínimo para aquele dia. Vale lembrar, aliás, que o principal índice da bolsa já havia recuado nos dois pregões anteriores.

Assim, o principal índice da bolsa fechou a semana em queda de mais de 2%. No ano, o resultado ainda é positivo: alta de cerca de 5%.

Dólar hoje

O dólar caiu 0,02%, a R$ 4,9828 depois de ter operado boa parte do dia no campo positivo, subindo até os R$ 4,99.

No ano, o dólar cai mais de 5% em relação ao real, embora tenha registrado ganhos na semana de quase 1%.

No mercado internacional, a moeda norte-americana fechou a sexta-feira em alta. O DXY subiu 0,05%, a 104,86 pontos.

Ações em alta

A BR Properties mais uma vez fica entre as empresas que mais se valorizaram na bolsa. A empresa tinha avançado 60% em apenas dois dias e acrescentou mais um ganho robusto nesta sessão. Veja as cinco empresas que mais subiram no pregão.

  • BR Properties (BRPR3) +8,68%
  • Alliar (AALR3) +5,03%
  • Lavvi (LAVV3) +4,72%
  • Moura Dubeux (MDNE3) +4,26%
  • Petz (PETZ3) + 4,23%

Ações em baixa

Entre as piores quedas do dia, destaque para a Embraer, que teve volume negociado acima de R$ 150 milhões, o maior entre as cinco piores do dia. Outra que compõe a lista é a Recrusul, que vinha emplacando altas, mas devolveu parte dos ganhos. Veja a lista.

  • Viver (VIVR3) -8,40%
  • Multilaser (MLAS3) -6,31%
  • Infracommerce (IFCM3) -6,06%
  • Recrusul (RCSL3) -5,35%
  • Embraer (EMBR3) -5,10%

Os rankings contemplam ações que movimentaram mais de R$ 1 milhão no dia. Os números foram atualizados às 18h, depois do fechamento, mas estão sujeitos a alterações.

Bolsas mundiais

As bolsas de Nova York fecharam em alta leve e, ainda que sem muito fôlego, se mantiveram no positivo durante a maior parte do pregão, com as ações da Apple voltando subir após perdas acentuadas nos últimos pregões. O mercado ajusta posições enquanto aguarda os dados de inflação nos EUA da próxima semana e digere novos comentários de dirigentes do Federal Reserve (Fed).

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,22%, aos 34576,59 pontos; o S&P 500 subiu 0,14%, para 4457,49 pontos e o Nasdaq avançou 0,09%, aos 13761,53 pontos. Na semana, no entanto, os índices acumularam perdas de 0,75%, 1,29% e 1,93%, respectivamente.

As bolsas da Europa fecharam em leve elevação no dia, apoiadas por uma abertura positiva dos mercados acionários em Nova York.

O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, fechou em alta de 0,14%, aos 15740,30 pontos.  Na Bolsa de Londres, o FTSE 100 fechou em alta de 0,49%, aos 7478,19 pontos; em Paris, o CAC 40 subiu 0,09%, aos 7240,77 pontos; em Milão o FTSE MIB avançou 0,28%, para 28233,20 pontos; em Lisboa, o PSI 20 ganhou 1,08%, aos 6130,01 pontos e, em Madri, o Ibex 35 teve elevação de 0,61%, os 9367,00 pontos. As cotações são preliminares.

Com informações do Estadão Conteúdo