Mercado na Europa opera em alta, após PMIs locais e estímulos na China

Na esteira dos PMIs europeus, a libra e o euro se fortaleceram; nas próximas horas, a atenção do mercado vai se voltar para os PMIs dos EUA

As bolsas europeias operam em alta na manhã desta quarta-feira, após o fraco desempenho de ontem, enquanto investidores avaliam dados de atividade econômica (PMIs) preliminares da região e digerem novas medidas de estímulo da China.

Por volta das 7h05 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 avançava 0,83%, a 475,43 pontos.

O PMI composto da zona do euro subiu para 47,9 em janeiro, segundo levantamento inicial da S&P Global, graças a um desempenho bem melhor do que o esperado da indústria.

Apenas na Alemanha, o PMI composto caiu a 47,1 neste mês, mas pressionado por serviços, uma vez que a manufatura também surpreendeu positivamente. Já no Reino Unido, os PMIs vieram todos acima das expectativas.

Na esteira dos PMIs, o euro e a libra se fortaleceram, ainda que a moeda única tenha sofrido um golpe temporário com os dados da Alemanha.

Nas próximas horas, a atenção vai se voltar para PMIs dos EUA.

Entre as ações, a da easyJet se destacava com um salto de 3,8% em Londres, no horário acima, após a companhia aérea de baixo custo britânica divulgar balanço trimestral.

Temporada de resultados corporativos dos EUA

A temporada de resultados corporativos dos EUA também segue no radar. Nesta manhã, a Netflix dispara no pré-mercado de Nova York, após agradar com sua atualização de número de usuários, em balanço publicado no fim da tarde de ontem.

Também sustenta o apetite por risco na Europa um anúncio de corte de compulsório bancário na China, que vem se mobilizando para impulsionar seu crescimento, após dados do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre decepcionarem boa parte dos analistas.

Há expectativa ainda para a decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE), que será conhecida amanhã (25). A previsão é de que o BCE deixará seus juros inalterados pela terceira vez seguida.

Às 7h20 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,23%, a de Paris avançava 0,49% e a de Frankfurt ganhava 0,98%. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham altas de 0,31%, 0,67% e 0,43%, respectivamente.

Com informações do Estadão Conteúdo