Itaúsa (ITSA4) vende mais R$ 600 milhões em ações da XP (XPBR31)

Os recursos obtidos serão destinados ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da companhia

Em comunicado ao mercado, a Itaúsa (ITSA4) informou nesta quarta-feira (19) a venda de 5.600.000 ações Classe A de emissão da XP (XPBR31), que corresponde a 1,02% do capital da corretora (desconsideradas as ações em tesouraria).

O valor do negócio foi estimado em R$ 600 milhões, considerando a taxa de câmbio do fechamento de terça-feira (18).

Assim, prossegue o fato relevante, a holding controladora do Itaú Unibanco (ITUB4) passa a deter 17.870.985 de ações da XP, equivalentes a 3,27% do capital da corretora e 1,15% de seu capital votante.

“A alienação decorre da decisão estratégica da companhia de reduzir sua participação na XP, conforme divulgado anteriormente, por não se tratar de ativo estratégico, sendo que os recursos obtidos serão destinados ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da Itaúsa”, explica o comunicado.

Além disso, a companhia indica que não são esperados impactos relevantes aos resultados do terceiro trimestre de 2023 adicionais aos efeitos relativos à mudança no tratamento contábil do investimento na XP já comunicados ao mercado no começo de julho.

Na ocasião, a Itaúsa informou que a redução de fatia na XP terá impacto positivo de R$ 860 milhões no período.

No pregão desta quarta na B3, as ações da companhia recuaram 0,92%, a R$ 9,66. No ano, no entanto, os papéis acumulam uma valorização acima de 15%.