Bolsas de Nova York fecham em queda às vésperas de decisão do Fed e balanços das empresas de tecnologia

É amplamente esperado que o Fed eleve os juros esta semana; mercado ficará atento a sinais sobre as próximas decisões

As bolsas de Nova York caíram nesta segunda-feira depois que o Federal Reserve (Fed) de Dallas divulgou seu índice de atividade industrial no Texas, que recuou de 9,1 em dezembro a 0,2 em janeiro, indicando que a atividade manufatureira da região permanece baixa.

O índice Dow Jones fechou com queda de 0,77%, depois de operar próximo à estabilidade nas primeiras horas do pregão. Já o S&P 500 cedeu 1,30% e o Nasdaq recuou 1,96%.

“O foco dos investidores está menos no aperto da política monetária nesta semana e mais em quando o pico dos juros chegará”, comenta o economista-chefe global do UBS, Paul Donovan, em nota a clientes.

À espera do Fed

É amplamente esperado que o Fed eleve os juros em 0,25 ponto percentual (p.p.) esta semana, à taxa de 4,5% a 4,75%, e o mercado ficará atento a sinais sobre as próximas decisões do BC americano e se ainda há chance para um relaxamento das condições financeiras ainda em 2023.

O provável movimento negativo de hoje vem depois de um início de ano positivo em Wall Street, lembra a estrategista-chefe global da Principal Asset Management, Seema Shah.

“O mercado teve algumas semanas de voo. Mas, à medida que nos aproximamos da reunião do Fed, a cautela é algo que certamente vai se infiltrar. Provavelmente veremos [o presidente do Fed, Jerome] Powell enfatizando novamente que eles ainda não chegaram ao fim [do aperto monetário]”, diz ela. Powell fará coletiva de imprensa a partir das 16h30 de quarta-feira, meia hora depois do anúncio da decisão do Fed.

Resultados das techs

Investidores também se preparam para avaliar os resultados do quarto trimestre de empresas como Amazon, Apple, Alphabet (controladora do Google) e Meta Platforms (empresa dona do Facebook), que divulgam balanços nesta semana.

Em relatório recente, o Credit Suisse revisou sua projeção para o lucro por ação médio do setor de tecnologia na atual temporada de balanços a queda de 8,6% em relação aos resultados de um ano atrás. Já a receita do setor deve recuar 0,7% na mesma comparação, segundo o banco suíço.