Bolsas de Nova York fecham em queda com PIB subindo mais que o esperado

O PIB dos Estados Unidos cresceu 3,2% no terceiro trimestre em relação aos três meses imediatamente anteriores, o que impactou as bolsas

Os principais índices acionários de Nova York fecharam em queda nesta quinta-feira (22), após dados econômicos mostrarem uma economia ainda aquecida nos Estados Unidos.

O índice Dow Jones concluiu a sessão em queda de 1,05%, a 33.027,49 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 1,45%, a 3.822,39 pontos, e o Nasdaq caiu 2,18%, a 10.476,12 pontos.

PIB cresce acima do esperado

Divulgado mais cedo, o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos cresceu 3,2% no terceiro trimestre em relação aos três meses imediatamente anteriores, em base anualizada, de acordo com a terceira e última leitura do indicador, divulgado pelo Departamento do Comércio do país.

O resultado surpreendeu analistas de mercado, cujo consenso apontava para uma expansão de 2,9% no período, em linha com o resultado observado na segunda leitura do indicador.

Além do PIB, também foi divulgado o índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês), que avançou 4,4% no 3º tri, apontou a terceira leitura.

Impacto sobre juros

Uma economia robusta pode ajudar a manter a inflação em níveis elevados, incentivando o Federal Reserve (Fed, banco central americano) a aumentar as taxas de juros e mantê-las elevadas por mais tempo.

“Assim que os bancos centrais entrarem em pausa, como farão em algum momento do ano que vem com a queda da inflação, isso colocará um pouco mais de vigor nos mercados”, disse Susannah Streeter, analista sênior de investimentos e mercados da corretora britânica Hargreaves Lansdown.