Bolsas dos EUA fecham em queda após Fed subir juros e com perdas em bancos regionais

Ações do PacWest caíram 50%, mesmo após instituição tentar tranquilizar o mercado alegando que depósitos estão aumentando

Os índices das bolsas de Nova York fecharam em queda nesta quinta-feira (4), um dia após o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) elevar os juros em 0,25 ponto percentual (p.p.), como esperava a maioria dos agentes do mercado.

Além da decisão de política monetária, os índices são influenciados por mais uma onda da instabilidade no setor bancário americano, desta vez, com as fortes perdas nos papéis do PacWest Bancorp.

Índices

No fechamento, o índice Dow Jones tinha queda de 0,86%.

O S&P 500 recuava 0,72%.

Já o Nasdaq caía 0,49%.

PacWest derrete 50%

As ações do PacWest caíram 50% no fechamento, depois de emitir um comunicado com o objetivo de tranquilizar os mercados, dizendo que os depósitos estavam aumentando.

A declaração ocorreu após uma queda no preço das ações do banco de até 55% nas negociações no after hours, após um relatório dando conta de que o banco estava avaliando opções estratégicas, incluindo uma venda.

As perdas no PacWest pesaram no desempenho de outros bancos regionais, com perda generalizada no segmento.

Dados econômicos

Além disso, investidores também reagem a dados econômicos divulgados mais cedo. O déficit comercial de bens e serviços nos Estados Unidos em março foi de US$ 64,23 bilhões, um pouco mais intenso que o projetado por economistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, de déficit de US$ 63,1 bilhões.

Segundo os analistas do Wells Frago, o déficit “deve continuar diminuindo ao longo do ano, à medida que o crescimento global supera a demanda doméstica”.

Já os pedidos de seguro-desemprego nos EUA subiram em 13 mil na semana passada, a 242 mil, acima da alta esperada de 236 mil.