Bolsas da Ásia e Pacífico fecham mistas, após Powell sinalizar mais altas de juros nos EUA

Na China e Hong Kong mercados não funcionaram por conta de feriados

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única nesta quinta-feira (22) após o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, sinalizar a retomada da alta dos juros americanos mais adiante.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,92% em Tóquio, a 33.264,88 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi subiu 0,43% em Seul, a 2.593,70 pontos, revertendo perdas de mais cedo.

Na Oceania, o mercado australiano ficou no vermelho. O S&P/ASX 200 teve queda de 1,63%, a mais acentuada em mais de três semanas, encerrando o pregão em 7.195,50 pontos.

discurso de Powell; juros eua
Jerome Powell, presidente do Federal Reserve. Foto: Leah Millis/File Photo/Reuters

Na China, assim como em Hong Kong e em Taiwan, as bolsas não operaram hoje em função de feriados.

O comportamento misto na região da Ásia e do Pacífico veio após Powell dizer nesta quarta-feira (21) em testemunho no Congresso americano que quase todos os dirigentes votantes do Fed são a favor de mais altas das taxas de juros até o final do ano, uma vez que a inflação dos EUA segue muito acima da meta oficial, de 2%.

Na semana passada, o Fed deixou seus juros inalterados, após 10 aumentos consecutivos, mas também sinalizou possíveis novas elevações ainda este ano.

Os comentários de Powell, que ontem falou na Câmara e nesta quinta depõe no Senado, levaram as bolsas de Nova York a sofrerem nova rodada de perdas na quarta-feira. Com informações da Dow Jones Newswires.

Com informações do Estadão Conteúdo