Bolsas asiáticas fecham em baixa contaminadas por altas de juros

Mercados da China e Taiwan não operaram por conta de feriados

As bolsas asiáticas fecharam em baixa expressiva nesta sexta-feira (23) após bancos centrais de vários países elevarem juros na tentativa de combater a inflação alta.

Liderando as perdas na Ásia, o Hang Seng teve queda de 1,71% em Hong Kong, a 18.889,97 pontos, ao voltar do feriado no dia anterior. Os mercados da China e de Taiwan, por sua vez, não operaram pelo segundo dia consecutivo devido a feriados.

No Japão, queda de 1,45%

Em outras partes da região, o Nikkei caiu 1,45% em Tóquio, a 32.781,54 pontos, também em meio a preocupações com a perspectiva do Japão após a divulgação de PMIs fracos do país, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,91% em Seul, a 2.570,10 pontos.

Na quinta-feira, o Banco da Inglaterra (BoE) elevou seu juro básico em 50 pontos-base, em um momento de inflação persistente no Reino Unido, surpreendendo vários analistas que previam um ajuste mais moderado, de 25 pontos-base. BCs da Suíça, Noruega e Turquia também anunciaram altas de juros, diante de pressões inflacionárias.

Ainda nesta semana, o presidente do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA), Jerome Powell, reforçou em depoimentos no Congresso americano que o Fed pretende voltar a aumentar juros antes do fim do ano, após a pausa deste mês.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou igualmente no vermelho hoje. O S&P/ASX 200 caiu 1,34% em Sydney, a 7.099,20 pontos.

Com informações do Estadão Conteúdo