Pessimismo antes das reuniões dos bancos centrais derrubam bolsas da Ásia

Em Tóquio, o índice Nikkei encerrou a sessão com queda de 0,21%; Xangai Composto fechou em queda de 0,87%

As bolsas da Ásia fecharam em queda nesta segunda-feira (12), analisando o cenário econômico global e esperando pelas reuniões de política monetária do Federal Reserve (Fed), Banco Central Europeu (BCE) e Banco da Inglaterra (BoE), que devem ocorrer ao longo dessa semana.

Na sexta-feira, as principais bolsas asiáticas fecharam em alta, impulsionadas pelos ganhos nos mercados futuros de Wall Street, principalmente no setor de tecnologia. Os investidores também acompanharam o desempenho positivo do setor imobiliário chinês.

Em Tóquio, o índice Nikkei encerrou a sessão com queda de 0,21%, a 27.842,33 pontos, com a cautela dos investidores na sessão de hoje por conta de preocupações relacionadas com a reunião de política monetária do Fed.

A Lasertec teve queda de 4,5% e Mitsubishi Corp. registrou retração de 1,8%. Os investidores estão se concentrando nos dados de inflação ao consumidor dos EUA e na decisão do banco central no final desta semana.

Coreia do Sul

Já o índice Kospi fechou com retração de 0,67%, a 2.373,02 pontos, com as ações do setor de construção liderando as quedas da sessão.

Os mercados também não tiveram muito interesse pelos ativos de risco por conta dos temores de uma recessão nos Estados Unidos. As construtoras GS Engineering & Construction e Hyundai Engineering & Construction caíram 3,4% e 4,7%, respectivamente. A Dongkuk Steel Mill teve queda de 9,7% e a companhia de produtos de beleza Amorepacific Corp. perdeu 5,4%.

Hong Kong

Em Hong Kong, o índice Hang Seng encerrou a sessão com queda de 2,20%, a 19.463,63, com o segmento imobiliário chinês liderando as quedas.

A Country Garden Services liderou as quedas no setor imobiliário, registrando queda de 17% depois que sua presidente reduziu sua participação. A Longfor Group perdeu 11% e Country Garden Holdings teve retração de 5,2%.

China Continental

Na China Continental, o índice Xangai Composto fechou com queda de 0,87%, a 3.179,0417 pontos, em meio ao pessimismo dos investidores com as reuniões de política monetária do Fed, BCE e BoE ao longo da semana.

O setor imobiliário e setores relacionados, incluindo fabricantes de móveis, contabilizaram queda na sessão. A China Vanke caiu 5,0%, enquanto Poly Developments registrou queda de 4,3%, revertendo os ganhos de sexta-feira.