Bolsas da Ásia fecham em queda após declarações de Powell; Tóquio é exceção

Os investidores estão se concentrando em dados econômicos, incluindo a divulgação dos dados de geração de de empregos no setor privado dos EUA

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em queda nesta quarta-feira (8), com os investidores repercutindo as declarações do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, em audiência ao Senado dos EUA para a apresentação do relatório semestral da autarquia.

Powell indicou que a inflação não está caindo na velocidade esperada e que novos aumentos de juros devem acontecer. A bolsa de Tóquio se descolou de seus pares e fechou com valorização, com destaque para o setor de eletrônicos.

Japão

Em Tóquio, o índice Nikkei encerrou a sessão com alta de 0,48%, a 28.444,19 pontos, com o setor de eletrônicos liderando os ganhos da sessão. A Olympus Corp. teve alta de 2,1% e a Omron subiu 1,6%.

Os investidores estão se concentrando em dados econômicos, incluindo a divulgação dos dados de geração de de empregos no setor privado dos EUA que serão divulgados durante a manhã.

Coreia do Sul

Em Seul, o índice Kospi registrou queda de 1,28%, a 2.431,91 pontos, quebrando uma sequência de cinco sessões consecutivas de alta. As declarações consideradas ‘hawkish’ do presidente do Fed durante o seu depoimento do Senado dos EUA reduziram o interesse dos investidores em ativos de risco.

O setor de construção naval e o segmento de tecnologia lideraram as quedas da sessão, depois que Powell sinalizou a possibilidade de um aperto monetário mais agressivo do que estava previsto na próxima reunião de política monetária.

A Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering caiu 4,9% e a Naver teve queda de 4,0%.

Hong Kong

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve queda de 2,35%, a 20.051,25 pontos. O setor imobiliário chinês liderou as perdas, já que o segmento recuou de um rali recente impulsionado por medidas de apoio do governo de Pequim.

A Country Garden caiu 5,3% e Longfor teve queda de 4,6%. Já a Shenzhou International caiu 4,4% e Techtronic Industries teve queda de 3,3%.

China Continental

Na China Continental, o índice Xangai Composto registrou queda de 0,06%, a 2.283,2479 pontos, com os investidores repercutindo os comentários de Powell de que o Fed poderia aumentar as taxas mais do que o esperado anteriormente e o plano de Pequim de consolidar a regulamentação financeira sob uma única entidade.

As empresas de telecomunicações e de software avançaram, com a China Mobile subindo 2,5%, China Telecom Corp. contabilizando alta de 4,7% e Beijing Kingsoft Office Software subindo 7,4%.

As seguradoras e as empresas de energia caíram, com a Ping An Insurance e a PetroChina caindo 1,4% e 1,2%, respectivamente.