Ações da Tesla (TSLA) sobem com anúncio de produção chegando a 4 mil carros por semana em Berlim

A fábrica em Brandemburgo está produzindo 4 mil carros por semana, quadruplicando em relação a maio, segundo a 'Reuters'

A fábrica da Tesla (TSLA) perto de Berlim está agora produzindo 4 mil carros por semana, três semanas antes do previsto, de acordo com a “Reuters”. As ações da fabricante de veículos elétricos operam em alta de 2,59% nas negociações de pré-mercado na Nasdaq, cotadas a US$ 201,95.

Os BDRs da empresa (TSLA34), comercializados na B3, fecharam o último pregão em queda de 1,27%, com uma retração de 26,09% nos últimos 12 meses. A oscilação do preço do BDR (Brazilian Depositary Receipt) inclui a movimentação dos papéis da empresa mais o câmbio.

Produção quadruplicada

Segundo a “Reuters”, a fábrica em Brandemburgo está produzindo 4 mil carros por semana, quadruplicando em relação a maio, quando o diretor-presidente Elon Musk comparou o investimento nas novas fábricas da Tesla a “gigantescos fornos de dinheiro”.

A fábrica perto de Berlim, que iniciou suas operações em março, atingiu a meta de produção três semanas antes do cronograma de produção revisado pela “Reuters”. Em sua nova produção semanal, a fábrica teria produção anual de mais de 200 mil veículos, e a capacidade máxima planejada é de 500 mil carros por ano, quase 10 mil por semana, diz a agência.

A produção da fábrica na Alemanha é agora um terço da produção do Model Y em Xangai, onde a Tesla planeja manter uma produção total média de 13 mil Model Y por semana — cerca de 1 mil abaixo da capacidade máxima — e mais 7 mil Model 3 em fevereiro e março, segundo o plano de produção.