Ações em alta: CSN (CSNA3) salta 9% e CMIN3 sobe 4% com decisão do STJ

Decisão determina que CSN seja indenizada em R$ 5 bilhões por empresa que adquiriu participação na Usiminas (USIM5); veja mais ações em alta

As ações da Companhia de Siderurgia Nacional (CSNA3) saltaram 9% e lideraram o bloco de altas no Ibovespa nesta terça-feira. Uma decisão do Superior Tribunal de Justiça determinou que a siderúrgica deve ser indenizada em R$ 5 bilhões pela Ternium pela compra de uma fatia da Usiminas (USIM5) em 2011. Assim como a ação da CSN, o papel da CSN Mineração (CMIN3) subiu 4% no Ibovespa.

Por outro lado, o papel PN da Azul (AZUL4) teve a maior desvalorização do dia, com queda de 6% no Ibovespa, marcado pela volatilidade da sessão pré-Copom. O setor de aviação de turismo não teve um dia positivo na bolsa porque a ação da CVC Brasil (CVCB3) recuou 5,45%, o segundo pior desempenho da bolsa.

Ações em alta: CSNA3, BRFS3 e mais

O processo movido pela CSN no Superior Tribunal Federal alega que a companhia foi lesada após a venda de participação do Grupo Votorantim e Camargo Correa na Usiminas para a Ternium. A transação ocorreu em 2011 e envolveu uma participação de 27,7% das ações da Usiminas.

A CSN é sócia minoritária da Usiminas e argumentou que, na operação, houve mudança no controle da Usiminas.

Pela legislação societária, quando um grupo adquire participação no capital de uma empresa, ele deve estender a acionistas minoritários a mesma oferta feita ao adquirente. Por outro lado, a Ternium alega que não houve mudança no controle da Usiminas.

O grupo ítalo-argentino, contudo, sofreu derrota com voto de desempate do ministro Antônio Carlos Ferreira, do STJ.

As ações da CSN subiram 9%, enquanto o papel da mineradora do grupo, a CSN Mineração (CMIN3), avançou 4%.

Os frigoríficos também subiram no Ibovespa nesta terça-feira (18). O destaque que liderou o setor entre ações em alta na bolsa foi a BRF (BRFS3), seguida pela JBS.

As ações das companhia de proteína e subiram com o anúncio do governo chinês sobre uma possível investigação de “dumping” de exportações de carne suína à China. A prática de dumping é realizada quando empresas vendem mercadorias com preço abaixo do custo de produção, a fim de se desfazerem das commodities.

No caso chinês, a investigação “pode beneficiar empresas brasileiras”, afirma Rodrigo Cohen, co-fundador da Escola de Investimentos. Ele atribuiu a alta dos papéis do setor ao anúncio da China nesta terça-feira.

Top 10 altas do Ibovespa hoje

  1. CSN ON (CSNA3): +9,07%
  2. BRF ON (BRFS3): +5,50%
  3. CSN Mineração ON (CMIN3): +3,91%
  4. JBS ON (JBSS3): +3,84%
  5. Petrobras ON (PETR3): +3,36%
  6. Petrobras PN (PETR4): +3,13%
  7. Minerva ON (BEEF3): +3,11%
  8. Marfrig ON (MRFG3): +3,09%
  9. Rede D’or ON (RDOR3): +2,58%
  10. Usiminas PNA (USIM5): +1,83%

Ações em queda: AZUL4, CVCB3 e mais

A alta do dólar contra o real na sessão pré-Copom da bolsa de valores jogou os papéis de empresas mais sensíveis e com despesa dolarizada para baixo.

As ações da Azul despencaram 6%, enquanto o papel da CVC Brasil, também do setor de Turismo e Aviação, recuou. Assim, os dois ativos ocuparam a primeira e segunda posição no ranking de ações com as maiores quedas do dia.

Leia a seguir

Leia a seguir

O setor financeiro também reagiu negativamente ao pregão mais volátil da bolsa de valores. As ações PN do Bradesco (BBDC4) lideraram perdas, com desvalorização de 2%.

As ações da Sabesp também aparecem como destaque negativo no pregão. O papel da companhia, em fase de privatização pelo governo do Estado de São Paulo, sofreu queda com a inclusão de uma ‘poison pill’ contra acionistas.

Isso porque a poison pill é um mecanismo de contrato que pode ser ativado em favor de minoritários contra ofertas de aquisição hostis pelo capital da Sabesp.

Dez piores ações do Ibovespa

  1. Azul PN (AZUL4): -6,11%
  2. CVC Brasil ON (CVCB3): -5,45%
  3. Sabesp ON (SBSP3): -2,97%
  4. PetroReconcavo ON (RECV3): -2,76%
  5. Petz ON (PETZ3): -2,64%
  6. Embraer ON (EMBR3): -2,34%
  7. Raia Drogasil ON (RADL3): -2,27%
  8. Totvs ON (TOTS3): -2,24%
  9. Bradesco PN (BBDC4): -2,01%
  10. Banco do Brasil ON (BBAS3): -1,40%