Como escolher o melhor cartão de crédito?

Cartão com pontos ou cashback? Entenda como escolher a melhor opção para o seu bolso

Black, Platinum, colorido, de aproximação: o mercado oferece hoje uma infinidade de opções de cartões de crédito, e escolher a melhor delas faz bem para o seu bolso. “O cartão é um aliado, mas precisa ser usado de forma sensata. Muitos deles disponibilizam relatórios mensais e aplicativos, assim os consumidores podem monitorar e categorizar gastos, o que facilita o gerenciamento do orçamento”, ressalta Andre Sandri, planejador financeiro e sócio da AVG Capital.  

Outra vantagem do cartão, segundo o especialista, é o período entre uma compra e o pagamento da fatura — o que acaba funcionando como um tipo de empréstimo sem juros. “Ele também pode ajudar o consumidor na construção de um histórico de crédito positivo, essencial para facilitar futuros financiamentos e empréstimos”, ressalta.  

Como escolher o melhor cartão de crédito? 

Entender suas próprias necessidades e hábitos de consumo é o primeiro passo para escolher um cartão de crédito. “Se você viaja bastante, pode se beneficiar mais de cartões focados em milhas. Se é um comprador habitual, pode optar por cartões com cashback”, ressalta Andre. Te explicamos as características dos dois principais tipos de cartões: 

Cartões focados em pontos: neles, as compras em reais são convertidas para o dólar e se transformam em pontos que variam de acordo com as regras do cartão. Por exemplo: 1 ponto por dólar gasto. Os pontos geralmente são trocados por milhas.  

Cartões de cashback: a dinâmica é simples. Neste tipo de cartão, uma parte da compra retorna como crédito na fatura. Esse dinheiro pode vir em forma de desconto ou depositado em conta corrente.  

Ao comparar as opções disponíveis, o especialista faz um alerta: é importante analisar a relação entre as anuidades e os benefícios oferecidos. “Você deve se perguntar se as vantagens do cartão justificam os custos e também entender as taxas de juros aplicadas se você não pagar o saldo total ocasionalmente”, explica Andre. 

Cuidados para ter um cartão 

Do mesmo jeito que o cartão pode ser um aliado, se mal-usado ele pode se tornar um vilão. “Ter um cartão de crédito requer responsabilidade, e é fundamental adotar uma série de cuidados para evitar problemas financeiros”, ressalta Andre. 

Isso inclui, segundo o especialista, usar o cartão dentro das suas possibilidades e evitar gastar mais do que pode pagar no final do mês. “E sempre que possível, evite pagar apenas o mínimo da fatura. Esta é uma grande cilada, pois o acúmulo pode resultar em juros elevados e levar a dívidas intermináveis”. Por fim, o ideal é fugir da tentação de vários cartões. “Isso pode complicar o gerenciamento de despesas e pagamentos”.