A melodia dos investimentos: 5 músicas dos Beatles que podem te ajudar a investir melhor

Entenda de que forma uma das bandas mais icônicas do mundo se relaciona com o seu bolso

A melodia dos investimentos: 5 músicas dos Beatles que podem te ajudar a investir melhor
– Ilustração/Montagem: Marcelo Andreguetti

Donos de grandes fortunas costumam atrair as atenções de investidores sedentos por uma fórmula mágica de sucesso. Basta uma fuçada rasa para encontrar listas e mais listas sobre isso e, muitas vezes, perceber que as mensagens acabam se repetindo e se tornando cansativas. Hora de virar o disco, literalmente. No “Lado B” das referências financeiras, por que não escutar Beatles, por exemplo, para abrir a mente e entender alguns conceitos básicos de investimentos? 

Os quatro rapazes de Liverpool, que ganharam o mundo na década de 1960 e até hoje têm uma legião de fãs, podem ser a inspiração que você precisa para investir cada vez melhor. Para o íon, eles foram essa fonte de luz – e não foi pouco. Na campanha de lançamento oficial da nova experiência de investimentos do Itaú,  Revolution foi a trilha sonora. Mas o que ela tem a ver com investimentos e como outras canções da banda se destacam por esse motivo? 

Veja a seguir uma lista que preparamos com os versos, escritos por John, Paul, George e Ringo, que podem ajudar você a ter mais noção da importância de investir bem. Calma, não precisa se empolgar, cortar o cabelo no estilo tigela, botar um terninho e correr de fãs maníacos por aí. Para uma boa experiência, basta procurar a letra das músicas e botar o som na caixa. E bom proveito!

1) Revolution – Revolucione seus investimentos.

Lançada no fim de 1968, esta é uma das músicas mais famosas de John Lennon. Na época, o vocalista passava uma mensagem sobre diversos acontecimentos, principalmente em relação à Guerra do Vietnã. Depois da viagem do grupo para um retiro de meditação, em Rishikesh, na Índia, em fevereiro daquele ano, o sentimento era de se revolucionar, não importa a forma que fosse. 

Pegando carona nesse espírito, o cenário dos investimentos mudou muito no Brasil de uns anos para cá. Assim como John diz em Revolution, você provavelmente quer uma solução e gostaria de ver um plano acontecendo. E isso pode ter relação com vários campos da vida, sobretudo a parte financeira.

Sair da costumeira poupança, por exemplo, já é uma revolução. Diversificar a carteira, em meio a tantas possibilidades que vêm surgindo no mercado, também. Então, a mensagem aqui é: revolucione seus investimentos e repense o que você tem feito com o seu dinheiro.

2) With a Little Help From My Friends – Procure apoio.

Se você não tem tanto tempo nem interesse o suficiente pra parar tudo e repensar sua vida financeira, não tem problema. Terceirize esse trabalho e peça ajuda a quem faz isso todos os dias. Obra da parceria icônica de Paul McCartney e John Lennon e cantada pelo baterista Ringo Starr, With a Little Help From My Friends tem tudo a ver com esse assunto. 

Além de ter uma vibração extremamente positiva e uma cadência convidativa ao abraço, a canção fala de amizade, confiança e suporte emocional. Quando você investe pelo íon, não precisa quebrar a cabeça. É só pedir ajuda aos especialistas íon e tirar suas dúvidas pra ter o apoio que você precisa para investir melhor.

3) Penny Lane – Invista no que você conhece.

Outro fruto da parceria entre John e Paul nos faz refletir sobre a importância da proximidade. Mas como assim? Penny Lane é uma rua famosa em Liverpool, no Reino Unido, onde o quarteto frequentava na infância. 

A canção mostra, de forma única, o cotidiano de um lugar muito familiar aos músicos. Com muita propriedade, as estrofes são ricas em detalhes. E só é possível tamanha descrição por causa do conhecimento e da vivência. 

Nos investimentos, o paralelo é o seguinte: não importa se o seu amigo, tio ou conhecido do bar recomende uma aplicação muito boa, se você nunca ouviu falar. Investir é ter o controle do seu dinheiro. Por isso, quando quiser investir em algo diferente e que você ainda não tem domínio, estude, pesquise e pergunte para algum especialista – e pode ser os nossos, do íon – antes de deixar seu patrimônio no escuro. 

4) Long and Winding Road – Confie no longo prazo.

Ao investir, um dos primeiros passos é definir os objetivos e os prazos que você pretende sacar o dinheiro da conta. Curto, médio ou longo, os investimentos oscilam. Mas quanto mais tempo você der ao dinheiro investido, maior tende a ser o retorno e menor será essa oscilação. 

Apesar de Long and Winding Road ser uma das músicas mais melancólicas dos Beatles, Paul McCartney pode ter deixado um legado incrível para os investidores: a estrada pode ser longa e tortuosa, com altos e baixos, mas a ação do tempo em relação ao seu dinheiro costuma ser muito benéfica por causa, principalmente, dos juros compostos e da diluição dos riscos, no caso da renda variável.

5) Let it be – Investimento caiu? Tenha paciência.

É muito comum ouvir dos mais sábios e experientes que, para investir na Bolsa, por exemplo, é preciso muita paciência. Até porque mexe direto com o “estômago” quando o investimento cai muito. 

Quando isso acontece, é difícil se conter e não resgatar tudo logo de cara, colocando a grana em aplicações que oscilam menos. Mas, como diz Paul McCartney, “Let it be…”, que quer dizer “deixe rolar”. Assim como a mensagem de Long and Winding Road, o importante aqui é focar no longo prazo. Dessa forma, o sobe e desce acaba sendo menor. 

E a conexão de Let It Be com a estratégia consagrada de Warren Buffett, um dos maiores investidores do mundo, é clara. O conceito de Buffett sobre investimentos a longo prazo, conhecido como Buy and Hold, fala justamente sobre investir em uma ação, por exemplo, e segurar na carteira por um bom tempo, esquecendo os efeitos do curto prazo. 

Não à toa, Buffett já foi flagrado em um encontro, em Omaha, sua cidade natal, com Paul McCartney. Será que Buy and Hold foi inspirado em Let it Be? Se foi ou não, o importante é captar o que há de melhor em cada uma das mensagens.

*Texto escrito por Leonardo Pinto. Artigo originalmente publicado no feed de notícias do íon Itaú. Para ler este e outros conteúdos, acesse ou baixe o app agora mesmo.


Investir em quê? Encontre e compare investimentos de todo o mercado

Parceiro da Inteligência Financeira, o Investir em Quê? é sua fonte confiável para buscar onde investir com isenção, transparência e sem complicação

Você também pode gostar
JOTA Atualizado em 17.maio.2022 às 18h52
Análise: Em campanha por ‘super bancadas’, centrão rejeita ataques de Bolsonaro às urnas

Lideranças temem prejuízo eleitoral, mas QG político associa estridência à cobrança por mudanças na Petrobras

Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 19h14
NY: Empresas de tecnologia recuperam perdas; ações de aéreas americanas fecham em alta

Dados positivos de vendas no varejo nos EUA e sinais de reabertura na China alimentam otimismo

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h32
Dólar fecha em queda de 2,14%, a R$ 4,9419, com exterior positivo

A redução das medidas de restrição na China favoreceu a das commodities e beneficiou moedas de países exportadores

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h48
Ação da Hapvida despenca 16% e lidera perdas do Ibovespa

Itaú BBA tem recomendação "outperform" para o papel, com preço-alvo de R$ 17 para o fim de 2022

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h36
Muitos investidores de criptomoedas não sabem o que estão comprando, diz dirigente do BoE

Jon Cunliffe, do banco central britânico, intensificou o pedido para que as autoridades regulem os criptoativos