Descubra oito títulos isentos de Imposto de Renda para investir agora, segundo o Itaú BBA

Lista de recomendações do banco tem debêntures incentivadas que podem pagar até IPCA+8

O Itaú BBA divulgou a carteira Top Picks Incentivadas de junho. A lista de recomendações tem títulos isentos de Imposto de Renda que negociam a taxas que na visão do banco constituem bons pontos de entrada e montagem de posições de mais longo prazo.

Assim como um potencial ganho de rentabilidade (ou spread) em relação aos títulos públicos (Tesouro Direto) de prazos equivalentes.

No total, a carteira do time de renda fixa do Itaú BBA, liderado por Ciro Matuo, tem 17 títulos entre debêntures, CRIs e CRAs.

Contudo, destacamos (ver tabela abaixo) oito papéis do portfólio que estão disponíveis para o investidor em geral e têm como indexador o IPCA.

Baixo risco e proteção contra a inflação

Para selecionar os títulos isentos de Imposto de Renda da carteira, o Itaú BBA estabelece os seguintes critérios:

  • Risco de crédito dos devedores, considerando não só a avaliação das agências de rating. Como também a situação atual e a evolução esperada das métricas de crédito no curto e médio prazo;
  • Reporte trimestral de resultados pela devedora ou garantidora dos papéis;
  • Para projetos, o banco prefere títulos com a garantia de uma holding de baixo risco de crédito por todo o prazo do papel. Ou então emissores que possuam histórico relevante de operação ou baixa alavancagem;
  • Saldo em circulação acima de R$ 150 milhões.

Além disso, o Itaú BBA indica que os títulos em IPCA são interessantes para o investidor que deseja aplicar com ganho real (acima da inflação).

“Mas sabendo que seu título poderá sofrer com a marcação a mercado até o vencimento”, anota a equipe de Ciro Matuo no relatório.

Por último, as taxas citadas são do relatório emitido em 21/06 (sexta-feira). Então, estão sujeitas a mudanças diárias, seguindo as flutuações do mercado de juros futuros.

Top Picks de Incentivadas

EmissorTítuloVencimentoTaxa negociação
RumoDebênture
(RUMOA2)
15/02/2029IPCA+6,9% a.a.
EngieDebênture
(EGIE19)
15/07/2026IPCA+6,6% a.a.
Rota das BandeirasDebênture
(CBAN12)
15/07/2034IPCA+7,2% a.a.
Rota das BandeirasDebênture
(CBAN52)
15/07/2034IPCA+7,3% a.a.
Rota das BandeirasDebênture
(CBAN72)
15/07/2034IPCA+7,4% a.a.
Águas do Rio 1Debênture
(RISP12)
15/01/2034IPCA+7,7% a.a.
Isa CteepDebênture
(TRPLB4)
15/01/2038IPCA+6,6% a.a.
Águas do Rio 1Debênture
(RISP22)
15/01/2042IPCA+8,1% a.a.
Fonte: Itaú BBA

Leia a seguir

Leia a seguir