Itaú BBA: M.Dias Branco (MDIA3) entra na carteira de small caps

Mudança ocorre na esteira de oportunidades da temporada de balanços

O Itaú BBA informou nesta quarta-feira (22) uma atualização em sua carteira de small caps. As ações da M.Dias Branco (MDIA3) substituem os papéis do Banco ABC (ABCB4) na lista de recomendações.

“A temporada de resultados é um ótimo momento para repensar nossas posições na bolsa. Conseguimos ter maior visibilidade em relação às expectativas das empresas sobre o cenário atual e acompanhar como nossas projeções estão se materializando”, destacam os estrategistas Victor Natal e Paulo Folha em relatório. “Para aproveitar as oportunidades abertas por esse momento, optamos por adicionar M. Dias Branco à ‘Carteira Small Caps'”, informam.

Por que sai Banco ABC?

“Após quase um ano na carteira, nossa alocação em Banco ABC rendeu bons frutos: a ação valorizou 10,8%, enquanto o Ibovespa recuou 2,2%. A boa performance da ação está relacionada aos resultados robustos entregues ao longo de 2022, que superaram as expectativas do mercado”, observam os estrategistas. “Apesar de ainda acreditarmos na solidez da história no longo prazo, o cenário macroeconômico mais desafiador deve dificultar a entrega de resultados tão positivos quanto os vistos recentemente. Por isso, decidimos por retirar Banco ABC da carteira”, explicam Natal e Folha.

Por que entra M.Dias Branco?

“M. Dias, por outro lado, reportou resultados fracos no 4º trimestre de 2022, o que levou as ações da companhia a caírem 16,1% nos últimos dois dias (20 e 21 de março). O principal ofensor do resultado foram as despesas gerais e administrativas (G&A) maiores do que o esperado devido aos gastos com o processo de aquisição de empresas e dispêndios com vendas maiores do que o estimado”, anotam os profissionais do Itaú BBA. “Apesar do resultado aquém das nossas expectativas, o ano de 2023 ainda parece promissor: o arrefecimento do preço do trigo deve ajudar na recuperação de margens (rentabilidade) da companhia. Com isso em mente, avaliamos que a ação sofreu demasiadamente com a divulgação dos resultados e por isso, agora, temos um ponto de entrada interessante para a ação”, apontam.

O que faz a companhia?

“Com mais de 60 anos de história, a M. Dias Branco é a líder nos segmentos de massas e biscoitos no Brasil, além de também comercializar farinha e farelo de trigo, margarinas e gorduras vegetais, bolos, snacks, dentre outros. A companhia atua de forma verticalizada por meio de mais de 20 marcas fortes, como Piraquê e Adria, em todo o território nacional”, ressalta o relatório. “Para isso, detém mais de 100 mil pontos de vendas diretos, 28 centros de distribuição e 17 unidades industriais. Nos últimos anos, a companhia realizou a aquisição de diversas marcas visando consolidar sua posição de liderança no mercado em que atua”, acrescenta.

O que é a Carteira Small Caps do Itaú BBA?

“Carteira composta por 10 recomendações de ações de valor de mercado inferior a R$ 10 bilhões, conhecidas como small caps. Os pesos são sempre iguais e não há restrição de concentração setorial. A escolha de cada ação leva em conta não somente a análise fundamentalista, mas também o momento de mercado e fundamentos macroeconômicos”, explica o relatório. “A carteira é voltada para o longo prazo e busca superar o Ibovespa no longo prazo, mas tende a apresentar mais volatilidade por ser composta de papéis de menor liquidez. Também pode apresentar grandes discrepâncias quando comparada ao índice sob o ponto de vista de concentração, tanto setorial quanto por grupo econômico”, completa.

Qual a composição atual?

  • Petro Reconcavo (RECV3)
  • 3R Petroleum (RRRP3)
  • SLC Agricola (SLCE3)
  • Minerva (BEEF3)
  • M. Dias Branco (MDIA3)
  • Santos BRP (STBP3)
  • Cyrela Realty (CYRE3)
  • Tres Tentos (TTEN3)
  • Track & Field (TFCO4)
  • Alupar (ALUP11)

Leia a seguir

Leia a seguir