Donos do dinheiro: 5 CEOs que ganham mais de US$ 100 milhões por ano

Alguns nomes menos conhecidos ganham mais do que os líderes das maiores companhias do mundo, como a Apple

Já imaginou ganhar mais de US$ 100 milhões em um ano? Para alguns profissionais, essa é uma realidade. O The Wall Street Journal divulgou um ranking dos CEOs com maiores remunerações em 2022, incluindo salário, bônus, opções de ações e outros benefícios. O levantamento foi feito a partir da análise da remuneração de executivos em quase 4 mil companhias americanas. Conheça a lista logo abaixo:

5° lugar: Michael Rapino

O CEO e presidente da Live Nation Entertainment teve um salário de U$ 139 milhões em 2022. Rapino nasceu no Canadá e se formou em administração pela Lakehead University. A Live Nation Entertainment é uma produtora de shows e uma das maiores empresas do mercado de entretenimento, responsável por grandes turnês no Brasil e no mundo. 

4° lugar: Barry McCarthy 

Com um salário de US$ 168 milhões, Barry é CEO da Peloton, startup de aluguel de equipamentos de academia. O executivo foi diretor financeiro do Spotify e da Netflix e assumiu o cargo na Peloton aos 68 anos, depois do fundador da empresa, John Foley, renunciar ao cargo. 

3° lugar: Stephen Scherr 

O CEO da locadora de carros Hertz ganhou US$ 182 milhões em 2022. Antes de entrar na Hertz, em fevereiro de 2022, Stephen passou quase 30 anos na Goldman Sachs, onde atuou como diretor financeiro. Scherr tem 55 anos e assumiu o comando da Hertz em um período delicado para a empresa, que acumulou dívidas e chegou a entrar com um pedido de falência em 2020.

2° lugar: Sundar Pichai 

Sundar Pichai ocupa a segunda posição do ranking de CEOs mais bem pagos, com uma remuneração de US$ 226 milhões em 2022. O executivo é CEO do Google e de sua controladora, a holding Alphabet. Pichai é indiano e se formou em engenharia metalúrgica no Instituto Indiano de Tecnologia Kharagpur. No Google, o executivo entrou como responsável pelo gerenciamento e desenvolvimento de produtos, liderando o processo de criação do Google Chrome.  

1° lugar: Stephen Schwarzman 

O CEO do fundo de investimentos Blackstone ganhou um salário de US$ 253 milhões em 2022. Empreendedor, investidor e filantropo, Schwarzman fundou a empresa de private equity com Peter Peterson, em 1985. O bilionário foi apelidado pela revista Forbes como o “rei da indústria de private equity” e é também uma das pessoas mais ricas dos Estados Unidos. 

A única mulher da lista

Safra Catz, da Oracle, é a única mulher da lista dos 10 CEOs mais bem pagos, ocupando a 6ª posição. De acordo com o The Wall Street Journal, a executiva recebeu US$ 138 milhões em 2022. Safra, que nasceu em Israel, também é professora de contabilidade na Universidade Stanford e ex-banqueira.