Tesla vai cortar produção na China em até 20% com queda na demanda, diz agência

É o primeiro corte voluntário que a Tesla realiza em sua fábrica em Xangai

Com menor demanda na China, a Tesla planeja reduzir sua produção em até 20% em dezembro, diz a agência “Bloomberg” nesta segunda-feira, citando fontes.

Os cortes podem começar já nesta semana após a montadora avaliar a performance no mercado doméstico, mas as fontes dizem que a produção pode ser elevada novamente.

Esse é o primeiro corte voluntário que a Tesla realiza em sua fábrica em Xangai, no país onde enfrenta competição da BYD e Guangzhou Automobile.

A Tesla não respondeu ao pedido da “Bloomberg” para comentar o assunto.

Há pouco, as ações da Tesla tinham queda de 2,04% no pré-mercado da Nasdaq, em Nova York.