Prejuízo da Oi (OIBR4) quintuplica no 4º trimestre de 2022, para R$ 17,663 bilhões

No ano de 2022, a companhia teve prejuízo líquido de R$ 5,017 bilhões, recuo de 51,8% sobre a perda líquida de R$ 10,408 bilhões em 2021

A Oi – Em Recuperação Judicial teve prejuízo líquido de R$ 17,663 bilhões no 4º trimestre de 2022, cinco vezes superior à perda de R$ 3,559 bilhões apurados no mesmo período do ano anterior.

A receita líquida teve queda de 42,1% na comparação anual no quarto trimestre do ano passado, para R$ 2,649 bilhões – de R$ 4,571 bilhões no mesmo período de 2021..

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou negativo em R$ 15,165 bilhões no período de outubro a dezembro de 2022, aumento de 12 vezes sobre o Ebitda negativo de R$ 1,202 bilhão em igual período do ano anterior.

No ano de 2022, a companhia teve prejuízo líquido de R$ 5,017 bilhões, recuo de 51,8% sobre a perda líquida de R$ 10,408 bilhões em 2021. A receita líquida teve queda de 29,7%, para R$ 12,604 bilhões, ante o ano anterior, e o Ebitda ficou negativo em R$ 5,223 bilhões, ante Ebitda positivo de R$ 3,835 bilhões em 2021.