Rui Costa: saída de Prates da Petrobras (PETR4) nunca esteve à mesa

Para o ministro da Casa Civil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está satisfeito com os resultados da Petrobras

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse nesta terça-feira (12) que a saída do presidente da Petrobras (PETR4), Jean Paul Prates, nunca foi discutida no governo. Segundo ele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está satisfeito com os resultados da empresa.

Rui Costa também disse que se tivesse ações da Petrobras, não venderia. E que “desavisados” estão se desfazendo de papéis da empresa. O ministro falou em entrevista ao canal de notícias GloboNews nesta tarde.

Costa dá as declarações no dia seguinte de uma reunião de Lula, ministros, Prates e diretores da Petrobras no Palácio do Planalto.

Na semana anterior, a empresa havia perdido R$ 56 bilhões em valor de mercado por não ter pago os dividendos extraordinários que eram aguardados.

Conselho da Petrobras tomou decisão acertada sobre dividendos

Na mesma entrevista, Rui Costa disse que o Conselho da Petrobras tomou uma decisão acertada ao não distribuir dividendos extraordinários. Ele afirmou que também seria conservador sobre o assunto se fosse parte do colegiado.

Na ocasião, ele também disse que nem o governo nem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desprezam a relação com os segmentos evangélicos do eleitorado.

Com informações do Estadão Conteúdo