Biden celebra aval orçamentário pelo Congresso, mas cobra apoio à Ucrânia

Presidente sancionou projeto aprovado pelo Câmara e pelo Senado que evita a paralisação do governo por 45 dias

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou na noite de sábado a aprovação pelo Congresso do país do projeto orçamentário que evita o fechamento do governo.

Segundo Biden, o aval parlamentar evitará uma crise desnecessária.

O orçamento garantindo pagamento a tropas em serviço ativo, enquanto mulheres e crianças manterão acesso a assistência nutricional.

“Mas quero ser claro: para começar, nunca deveríamos ter estado nesta posição”, reclamou Biden, segundo website do governo (https://www.whitehouse.gov/).

O projeto, que garante o funcionamento do governo por mais 45 dias, foi aprovado horas antes, primeiro pela Câmara, depois pelo Senado.

O presidente estadunidense afirmou que a crise foi ‘fabricada”, uma vez que já havia acordo com o presidente da Câmara dos Deputados há meses.

Biden atribuiu a demora à pressão exercida por “republicanos extremistas da Câmara”, mas que eles falharam.

Por fim, Biden, pediu a autorização parlamentar para apoio financeiro dos EUA à Ucrânia, que está em guerra contra a Rússia.

“Não podemos, em circunstância alguma, permitir que o apoio americano à Ucrânia seja interrompido”, concluiu o presidente.