Melhores e piores: BRF (BRFS3), Marfrig (MRFG3) e Minerva (BEEF3) despencam; Multilaser (MLAS3) lidera

Veja as melhores e piores ações da bolsa de valores nesta quinta (13)

Os frigoríficos tiveram algumas das maiores quedas desta quinta (13) na bolsa, com BRF (BRFS3), Marfrig (MRFG3) e Minerva (BEEF3) com quedas entre 6 e 7% cada.

O resultado acompanha o momento ruim do setor na economia, com o preço da proteína animal derrapando no mercado internacional diante de uma aceleração chinesa mais lenta que a esperada.

Além disso, a depreciação cambial também pesa sobre as empresas do setor, que são beneficiadas principalmente pela exportação da sua produção.

Inepar tem as maiores perdas

Ainda assim, houve no pregão desta quinta quem perdesse mais que os frigoríficos. A Inepar (INEP3), do setor de equipamentos de energia. A empresa patina depois de confirmado o fim da sua recuperação judicial.

No fechamento, a Inepar caiu quase 8%, com os valores da ações encerrando o pregão valendo R$ 1,08, perto da mínima do dia.

Destaque positivo

No campo positivo, o destaque fica por conta da Multilaser (MLAS3). A empresa tem enfrentando forte oscilação na bolsa nos últimos meses. Porém, os últimos pregões foram positivos. A empresa vinha de uma valorização de quase 16% na quarta-feira e avançou mais 14%.

Nos últimos 12 meses, porém, o resultado é ruim. A empresa perdeu quase 65% do seu valor na bolsa desde abril do ano passado. Boa parte dessa perda aconteceu após resultados relacionados ao quarto trimestre de 2022, quando a empresa teve desempenho bem aquém do imaginado, segundo analistas.

Melhores ações da bolsa

  • Multilaser (MLAS3) 14,13%
  • Neogrid (NGRD3) +13,28%
  • Tenda (TEND3) +12,25%
  • Recrusul (RCSL3) +10,78%
  • Espaçolaser (ESPA3) +10,00%

Piores

  • Inepar (INEP3) -7,69%
  • BRF (BRFS3) -7,63%
  • Marfrig (MRFG3) -7,04%
  • Minerva (BEEF3) -6,46%
  • Totvs (TOTS3) -6,05%

*A lista de melhores e piores da bolsa contempla empresas que negociam ações na B3 , dentro ou fora do Ibovespa e outros índices, e que no dia tiveram volume de negociação na casa dos milhões de reais, ou acima disso.

Leia a seguir

Leia a seguir