Light: plano de recuperação judicial recebe mais de 99% dos votos dos credores

Novo plano prevê aporte de recursos na empresa, a capitalização de determinados créditos e o pagamento integral de credores

Credores da Light aprovaram quase que por unanimidade o plano de recuperação judicial da companhia, em assembleia realizada nesta quarta-feira (29), disseram ao Valor fontes a par do tema, antecipado pelo jornal “O Globo”.

O plano foi aprovado por mais de 99% dos votos dos credores, grande parte composta por detentores de debêntures da empresa. O passivo da Light é da ordem de R$ 11 bilhões.

Em abril, o conselho de administração da Light havia aprovado os termos e condições do plano de recuperação judicial.

O novo plano prevê o aporte de recursos na Light, mediante aumento de capital, a capitalização de determinados créditos, mediante a formalização de instrumentos de dívida conversíveis e não conversíveis, e o pagamento integral de credores que, no dia 19 de abril de 2024, eram titulares de créditos equivalentes, em 12 de maio de 2023, a até R$ 30 mil.

O aporte dos recursos pelos acionistas de referência só será realizado após a renovação da concessão da Light. A empresa espera que o governo publique as diretrizes para os novos contratos de concessão, o que estava previsto para ocorrer esta semana.

Já o pagamento dos passivos de até R$ 30 mil deve ocorrer em até 90 dias após a homologação do plano pela 3ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

Com informações do Valor Econômico