Itaú Unibanco (ITUB4) entrará para aliança global de conectividade formada por AT&T, Comcast e Broadcom

Primeiro banco a entrar para a entidade, Itaú Unibanco espera contribuir com as discussões e desenvolver e testar novas soluções em parceria com outras empresas

O Itaú Unibanco (ITUB4) entrará para a Wireless Broadband Alliance (WBA), uma aliança global de conectividade que reúne algumas das maiores empresas de tecnologia e de telecomunicações do mundo.

É o primeiro banco a entrar para o grupo, que conta com nomes como AT&T, Broadcom, Comcast e Cisco Systems no conselho. A WBA foi criada para permitir parcerias entre prestadores de serviços, empresas de tecnologia, entes públicos e empresas para o fomento à conectividade.

As iniciativas da organização estão ligadas a temas como Wi-Fi, 5G, internet das coisas e o OpenRoaming, uma tecnologia de conexão automática a redes sem-fio que dispensa a autenticação via senhas.

Como membro do grupo, o Itaú espera contribuir com as discussões e desenvolver e testar novas soluções em parceria com outras empresas. Em seu processo de modernização tecnológica, o banco tem feito alguns experimentos em conectividade para os sistemas e a rede de agências.

Em 2021, implementou a primeira agência bancária conectada ao 5G no País, e levou a tecnologia a cerca de 100 agências em 2022. No ano passado, fez testes com a Starlink, a internet ultrarrápida do bilionário Elon Musk.

Estes experimentos, para o Itaú, ajudam tanto a interligar as agências ao restante da rede do banco de forma mais rápida e estável quanto a desenvolver as plataformas online de atendimento da instituição.

“Agora, ao sermos o primeiro banco do mundo a ingressar na WBA, queremos seguir alavancando a evolução da conectividade para oferecer aos nossos clientes o que há de mais avançado em conexão, e já temos novos lançamentos previstos para o primeiro semestre deste ano”, diz em nota Fábio Napoli, diretor de Tecnologia do Itaú.

“A intenção do Itaú é aprimorar seus serviços com soluções de conectividade, como OpenRoaming para seus clientes e continuar a desenvolver capacidades para apoiar seus próprios negócios, o que o torna um membro ideal da Wireless Broadband Alliance, onde a colaboração entre empresas pode abrir novas oportunidades e resolver importantes desafios tecnológicos”, afirma o presidente e CEO da WBA, Tiago Rodrigues.

Com informações do Estadão Conteúdo