Casino diz que regulador dispensou consórcio da obrigação de fazer oferta por ações

No começo da semana, o Casino informou que a Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, autorizou o consórcio a assumir o controle do varejista, como parte de sua reestruturação financeira

O regulador financeiro da França (AMF, pela sigla em francês) dispensou um consórcio formado por EP Equity Investment, Fimalac e Attestor da obrigação de fazer uma oferta pública por ações do Casino Guichard-Perrachon, segundo comunicado divulgado pelo grupo varejista francês na quarta-feira (10).

No começo da semana, o Casino já havia informado que a Comissão Europeia – braço executivo da União Europeia (UE) – autorizou o consórcio a assumir o controle do varejista, como parte de sua reestruturação financeira.

O Casino, controlador do Grupo Pão de Açúcar (GPA) no Brasil, reiterou no comunicado mais recente que a conclusão da reestruturação dependerá da aprovação do Ministério de Economia da França e de outras questões regulatórias.

Com informações do Estadão Conteúdo