Musk confirma que vai deixar comando do Twitter após voto dos usuários

Na noite de domingo (18), Musk perguntou aos usuários, por meio de uma enquete, se deve deixar o comando da rede social

Elon Musk afirmou na noite desta terça-feira (20) que vai deixar a presidência do Twitter assim que achar “alguém tolo o suficiente” para aceitar o cargo. “Depois, comandarei apenas as equipes de software e servidores”, afirmou o bilionário em sua conta na rede social.

Na noite de domingo (18), Musk perguntou aos usuários, por meio de uma enquete, se deve deixar o comando da rede social. “Vou respeitar os resultados”, afirmou.

Cerca de 57,5% dos votos foram a favor do bilionário, e 42,5%, contra. Participaram 17,5 milhões de pessoas.

“Como diz o ditado, cuidado com o que você deseja, pois você pode conseguir”, tuitou o dono da rede social minutos depois.

Em resposta a um tuíte, Musk disse no domingo que “não há um sucessor” e que “ninguém quer o trabalho que pode realmente manter o Twitter vivo”.

No domingo, o Twitter informou que vai remover contas criadas exclusivamente com o propósito de promover outras plataformas e conteúdo que contenha links ou nomes de usuário. As plataformas são Facebook, Instagram, Mastodon, Truth Social, Tribel, Nostr e Post.