Morning call: bolsa vai manter o ritmo de alta registrado nas últimas quatro sessões?

Último pregão registrou forte alta, de 1,03%; dólar também fechou o dia em queda

A bolsa de valores ontem subiu, registrando alta expressiva de 1,03%, aos 119.391 pontos. Foi a quarta alta consecutiva. No mesmo dia, o dólar marcou R$ 4,87, o que equivale a uma queda de 0,91% em relação ao real brasileiro.

Diante dos números, resta saber se o mercado vai continuar sua trajetória de alta ou se ela vai ser interrompida no último pregão da semana.

Há duas divulgações no radar do mercado nesta sexta-feira (15). As vendas no varejo de julho, dado que é apresentado pelo IBGE, e nos Estados Unidos se divulga a produção industrial de agosto.

Como sempre, as bolsas da Ásia podem ter influência no pregão brasileiro. Vamos conhecer os dados de fechamento daqueles mercados

Bolsas da Ásia

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira após dados econômicos mistos da China sugerirem que sua recuperação ainda é frágil.

Uma bateria de dados chineses mostrou que a indústria e o varejo tiveram desempenho melhor do que o esperado em agosto. Por outro lado, as vendas de moradias caíram no acumulado de janeiro a agosto e os investimentos em ativos fixos avançaram menos do que se previa no mesmo período.

Já o banco central chinês (PBoC) reduziu o juro dos contratos de recompra (repos) reversa de 14 dias, de 2,15% para 1,95%, mas manteve o dos repos de 7 dias, em 1,80%, e também o da linha de crédito de médio prazo, em 2,5%.

Na quinta, o PBoC havia anunciado um corte na taxa de compulsório bancário, de 25 pontos-base. Analistas da Capital Economics, no entanto, consideraram a medida insuficiente para estimular a demanda por crédito.

Na China continental, os mercados acionários ficaram no vermelho nesta sexta-feira: o índice Xangai Composto recuou 0,28%, a 3.117,74 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,31%, a 1.911,12 pontos.

Em outras partes da Ásia, porém, o dia foi positivo. O japonês Nikkei subiu 1,1% em Tóquio, a 33.533,09 pontos, e o sul-coreano Kospi teve alta idêntica de 1,1% em Seul, a 2.601,28 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 0,75% em Hong Kong, a 18.182,89 pontos, e o Taiex assegurou ganho de 0,67% em Taiwan, a 16.920,92 pontos.

E na Oceania?

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul, com alta de 1,29% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 7.279,00 pontos.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo