Investidor começa a semana de olho na temporada de balanços do Brasil e dos EUA

No Brasil, a temporada de divulgação dos resultados para o segundo trimestre de 2023 começa no dia 19 de julho

Nos próximos dias, a atenção do investidor vai se voltar para a temporada de balanços trimestrais no Brasil e nos EUA. Lá fora, a expectativa ainda é para os resultados relativos ao segundo trimestre do ano dos grandes bancos Bank of America, Morgan Stanley e Goldman Sachs, além da Tesla (TSLA34), a montadora de veículos elétricos de Elon Musk, e Netflix (NFLX34). Por aqui, a WEG (WEG3) abre a temporada de balanços do segundo trimestre no Brasil. A chamada “fábrica de milionários”, que nunca reportou um prejuízo, divulga seus números na quarta-feira (19), antes da abertura do mercado.

Na agenda de indicadores, nesta segunda-feira (17) será divulgado o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-BR). O indicador, que funciona como uma espécie de prévia do PIB, pode dar pistas sobre a força atual da economia brasileira.

Ibovespa busca recuperar perdas

Na sexta-feira, o Ibovespa recuou firme e devolveu a maior parte dos ganhos conquistados na sessão de quinta-feira (13). Além de quedas relevantes por parte blue chips como Petrobras e bancos, dados de varejo abaixo do consenso e a alta dos juros pressionaram com mais força papéis ligados à economia local. Na semana passada, o índice recuou 1%.

O Ibovespa está muito voltado para a pauta de queda dos juros no momento. “A melhora das expectativas macro pode dar fôlego para setores como varejo, bens de capital e utilities avançarem”, segundo relatório do BTG Pactual.

Bolsas de NY

Em Wall Street, as bolsas de Nova York começam a segunda-feira quentes, vindas de uma semana vitoriosa em que o Dow Jones ganhou 2,3%, registrando seu melhor ganho semanal desde março. O S&P 500 e o Nasdaq subiram 2,4% e 3,3%, respectivamente.

Os movimentos de alta vieram após os lucros sólidos dos grandes bancos. Na sexta-feira (14), JPMorgan (JPM), Citigroup (C) e Wells Fargo (WFC) divulgaram resultados melhores do que o esperado. Houve também o relatório de inflação nos EUA mais brando. Juntos, estes eventos elevaram o otimismo dos investidores com o mercado americano.

Nos EUA, a temporada de resultados do segundo trimestre ganha força esta semana, com resultados de grandes instituições financeiras como Bank of America, Morgan Stanley e Goldman Sachs. Os resultados também são aguardados para a United Airlines e as gigantes da tecnologia Tesla e Netflix.

Casino: negócios com ações são suspensos

Nesta segunda-feira (17), os negócios com ações do grupo varejista francês Casino, que controla o Grupo Pão de Açúcar (GPA3) no Brasil, foram suspensos na Bolsa de Paris, em função de um anúncio a ser feito pela empresa.

Recentemente, o Casino recebeu ofertas de injeção de capital em um momento em que negocia a reestruturação de dívidas com credores. Na semana passada, o Casino estimou que suas vendas na França caíram em ritmo mais acentuado no segundo trimestre do que no primeiro.

Bolsas da Europa operam em baixa, após PIB chinês decepcionar

As bolsas europeias operam em baixa na manhã desta segunda (17), após dados de crescimento da China mais fracos do que o esperado gerarem preocupações sobre a demanda da segunda maior economia do mundo. Por volta das 6h40 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,56%, a 458,23 pontos.

No mercado inglês, ações de grandes mineradoras como Anglo American, Rio Tinto e Glencore tinham quedas em torno de 2% a 2,6% no horário acima, em reação ao PIB chinês.

Bolsas da Ásia fecham em baixa

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda (17), após a China divulgar crescimento mais fraco do que o esperado no último trimestre.

Dados oficiais mostraram que o PIB chinês teve expansão anual de 6,3% no segundo trimestre, menor do que analistas previam. Já na comparação trimestral, a segunda maior economia do mundo cresceu 0,8% entre abril e junho, desacelerando ante o avanço de 2,2% observado nos primeiros três meses do ano.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto caiu 0,87%, a 3.209,63 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,51%, a 2.047,70 pontos.