Exportações da China caem 8,8% e importações recuam 7,3% em agosto, na comparação anual

Com isso, a balança comercial chinesa apresentou superávit de US$ 68,36 bilhões, praticamente em linha com as expectativas

Diante do contexto de menor demanda global, as exportações na China caíram 8,8% em agosto, na comparação com o mesmo mês de 2022, de acordo com a Administração Geral das Alfândegas do país.

Foi o quarto mês seguido de recuo. A leitura foi melhor do que a previsão da FactSet de queda de 13,2%. O resultado também foi melhor que a perda anual de 14,5% nas exportações em julho, pior desempenho desde fevereiro de 2020.

Já as importações do país no mês diminuíram em 7,3% na base anual. O número veio melhor que o esperado pela FactSet, de queda de 11,9%. Também mostrou desaceleração no ritmo de queda em relação a julho, quando cedeu 12,4%.

Com isso, a balança comercial chinesa apresentou superávit de US$ 68,36 bilhões, praticamente em linha com as expectativas.

*Com informações da Dow Jones Newswires