Voa Brasil: Governo prepara sistema unificado para venda de passagens a R$ 200

O programa deve ter adesão das grandes companhias aéreas do país

O “Voa Brasil”, programa de passagens aéreas a R$ 200, está em fase de conclusão do sistema que irá conectar as empresas aos clientes, segundo informou o Ministério dos Portos e Aeroportos (MPor).

Com previsão de lançamento no final deste mês, a medida tem adesão das grandes companhias aéreas do país.

A pasta informou que, no momento, “medidas de integração de sistemas e acesso à bases de dados estratégicas estão em curso para concluir a estruturação da fase piloto do programa”.

A estimativa do ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, é de que a iniciativa oferecerá 1,5 milhão de passagens por mês.

Em um primeiro momento, o programa beneficiará aposentados e pensionistas que não voaram nos últimos 12 meses.

Cada pessoa poderá comprar quatro trechos por vez. O programa tem adesão de companhias como Azul, Latam, Gol e Voepass.

A iniciativa não dependerá de subsídio do governo, sendo idealizada em formato para que as empresas possam oferecer passagens em períodos de ociosidade – os meses de março, abril, maio, agosto, setembro, outubro e novembro.

O sistema que está sendo trabalhado pelo governo para integrar as empresas e conectá-las aos beneficiários seguirá sendo mantido pela gestão federal.

“Todos os esforços têm sido empreendidos para manter o cronograma, com previsão de lançamento no fim de agosto”, diz o MPor em nota.

Com informações do Estadão Conteúdo