Tenda pretende fazer oferta primária de ações no valor de até R$ 250 mi, com lote adicional

Medida foi anunciada na quarta-feira e, segundo a companhia, está sujeita a uma série de fatores

A construtora Tenda anunciou na noite desta quarta-feira (16) a intenção da realizar potencial oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias no valor de, aproximadamente, R$ 200 milhões.

A empresa prevê ainda um lote adicional de até R$ 50 milhões.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que o objetivo é captar recursos para melhora da estrutura de capital, visando a redução de seu endividamento.

A empresa destaca, no entanto, que nenhuma decisão final a respeito da efetiva realização da potencial oferta ou de qualquer operação desta natureza foi tomada, e que a mesma está sujeita, entre outros fatores, às condições do mercado de capitais brasileiro, à obtenção das aprovações necessárias, às condições políticas e macroeconômica favoráveis, ao interesse de investidores, dentre outros fatores alheios à vontade da companhia.

Adicionalmente, a companhia informa que está em negociações avançadas com importantes credores para renegociação de suas dívidas, envolvendo novas emissões de dívida de até R$ 300 milhões visando a melhora da estrutura de capital com a otimização do passivo da companhia, assim como a liquidação antecipada de parte de suas dívidas de vencimento de curto e médio prazo.

Com informações do Estadão Conteúdo