Petrobras (PETR3; PETR4) terá 47 projetos no novo PAC, e mais podem ser incluídos

Além de exploração e produção de petróleo e gás, a carteira tem ainda projetos alinhados com a proposta de transição energética

A Petrobras (PETR3; PETR4) terá 47 projetos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) de 2023. A maior parte dos projetos está relacionada à exploração e produção de petróleo e gás, mas a lista também inclui aumento da capacidade de processamento da Refinaria Abreu e Lima (RNEST) e iniciativas para melhorar o escoamento do gás produzido na Bacia de Santos.

Entre os projetos, 90% dos investimentos previstos será voltado ao desenvolvimento de 19 novos sistemas de produção de petróleo e gás natural, com a maior parte dos projetos nas bacias de Campos e Santos e dois voltados para o Sergipe.

Em relação às novas fronteiras exploratórias em desenvolvimento, estão incluídos no PAC nove poços exploratórios na Margem Equatorial – região que compreende a Foz do Amazonas e outras quatro bacias.

O pacote de projetos propostos da Petrobras no PAC também inclui iniciativas de escoamento da produção e aumento da disponibilidade de gás, com destaque para os projetos do Programa Integrado Rota 3 (total de 4), que irá permitir o escoamento do gás do pré-sal da Bacia de Santos, e o gasoduto de SEAP I e II, incluídos no projeto de SEAP I, para oferta do gás em Sergipe.

No refino, a Petrobras incluiu projetos para aumentar a capacidade de processamento da RNEST para 260 mil barris por dia, assim como projetos nas refinarias de Paulínia (REPLAN) e Henrique Lage (REVAP) para a produção do diesel S-10, de melhor qualidade, além de projetos de logística para o escoamento dos produtos.

A carteira inclui ainda projetos alinhados com a proposta de transição energética, entre eles uma unidade dedicada à produção de BioQAv e diesel Renovável, além de projetos de coprocessamento em outras unidades.

Com informações do Estadão Conteúdo